nsc
    an

    Pandemia

    Testes para Covid-19 vendidos em Joinville podem ter diferença de preço de até R$330

    Valores foram divulgados após pesquisa realizada pelo Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) em sete laboratórios particulares

    16/04/2021 - 08h19 - Atualizada em: 16/04/2021 - 08h37

    Compartilhe

    Patrícia
    Por Patrícia Della Justina
    Teste RT-PCR
    Teste RT-PCR
    (Foto: )

    Joinville divulgou, nesta semana, a variação de preços dos testes que detectam o vírus da Covid-19. Os valores podem variar de R$ 70 até R$ 400 de acordo com os três tipos de testes diferentes. O resultado mostra que o consumidor pode economizar na compra de qualquer um dos modelos disponíveis no mercado.

    > Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui

    A pesquisa foi feita pelo Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) a partir da coleta de valores no dia 8 de abril em sete laboratórios da cidade.

    > Preço da gasolina cai em Joinville pela primeira vez em um ano, aponta Procon; veja valores

    Foram os testes dos tipos PCR (conhecido como "teste do cotonete"), sorológico e antígeno.

    No teste PCR, que identifica a presença do novo coronavírus no organismo, o menor valor encontrado foi de R$ 240 e o maior R$ 400, representando uma diferença de R$ 160.

    > Joinville faz busca de quem não tomou a segunda dose; “vacinamóvel” pode ser usado

    Já o teste tipo sorológico, conhecido como teste rápido, o valor mais baixo encontrado foi de R$ 70 e o maior R$ 250. 

    E, nos testes antígenos, que indicam a presença do vírus em sua fase de infecção, o menor valor foi de R$ 100 e o maior R$ 260. 

    O município oferece gratuitamente a testagem para pessoas com ou sem sintomas, mas a população também pode adquirir em unidades de saúde e laboratórios particulares. 

    > Abril já é o segundo mês com mais mortes por Covid em Joinville

    Veja os preços registrados pelo Procon:

    Preços dos testes para detecção da Covid-19
    Preços dos testes para detecção da Covid-19
    (Foto: )

    > Teste de Covid: saiba preço e tudo sobre tipos, resultados e onde fazer

    PCR

    O que é?

    O PCR identifica o material genético do vírus e detecta se a pessoa está com a Covid-19 no momento da coleta. Sendo o RT-PCR o exame mais comum e acessível à população.

    Como é feito?

    O material de análise é a secreção respiratória, colhida no nariz e na garganta com o swab, instrumento semelhante a um cotonete. O resultado sai em até 3 dias.

    Quando é indicado?

    Deve ser feito entre o 3º e 7º dia do aparecimento dos sintomas.

    O resultado é seguro?

    O RT-PCR é considerado o teste mais eficaz para detectar o vírus ativo. Caso seja feito na janela de tempo indicada, tem 99,4% de sensibilidade.

    > O que diz a ciência sobre a origem e o futuro da Covid-19

    Teste de Antígeno

    O que é?

    O teste de antígeno identifica proteína viral no organismo e detecta se a pessoa está com a Covid-19 no momento da coleta. O resultado sai mais rápido do que o RT-PCR mas a precisão é menor.

    Como é feito?

    Assim como no RT-PCR, o material de análise é a secreção respiratória, colhida no nariz e na garganta com o swab. O método utilizado é a imunocromatografia, que consiste na geração de cor a partir de uma reação entre o antígeno e o anticorpo. O resultado sai em até três horas.

    Quando é indicado?

    Deve ser feito entre o 3º e 7º dia do aparecimento dos sintomas.

    Segundo o pesquisador Daniel Mansur, por ter eficácia menor que o RT-PCR, as únicas vantagens do teste de antígeno é que o resultado sai mais rápido e é mais barato. Ele somente é indicado se a pessoa não tiver acesso ao RT-PCR, ou precisar de um resultado urgente.

    O resultado é seguro?

    A eficácia do teste de antígeno depende muito da carga viral, ou seja, quando a pessoa apresenta mais sintomas, pode chegar a 93% de eficácia, caso contrário, o resultado pode ser um falso negativo.

    Teste imunológico

    O que é?

    O teste imunológico identifica se a pessoa criou anticorpos para o vírus, ou seja, detecta se o paciente já teve a Covid-19. O resultado pode ser IgM (uma infecção mais recente) ou IgG (infecção que já passou ou está em fase final).

    Como é feito?

    A forma mais eficaz de realizar o teste imunológico é por meio da sorologia. O sangue é coletado na veia do paciente e armazenado em tubos para ser analisado em laboratório. O resultado costuma sair em até dois dias. Existe ainda o teste imunológico rápido, quando a amostra é obtida por meio de uma pequena incisão na ponta do dedo e colocada num kit. O resultado é visual, observado por meio de mudança de cor na amostra, e fica pronto na hora.

    Quando é indicado?

    Deve ser feito após o 15º dia do aparecimento dos sintomas. É indicado para pessoas que desejam saber se já foram expostas ao vírus.

    Já o teste imunológico rápido não é indicado por especialistas, devido ao grande número de resultados falsos negativos.

    O resultado é seguro?

    O teste imunológico feito por sorologia é mais preciso do que o teste rápido, por ser coletado o sangue venoso. Caso seja feito na janela de tempo indicada, a sensibilidade é de cerca de 98%. Se for feito logo no início dos sintomas, há um risco maior de dar um resultado falso negativo, já que a produção de anticorpos pode ainda não ser suficiente para ser detectada.

    Colunistas