nsc
dc

QUADRINHOS

"Timeline" reúne 200 tirinhas autobiográficas do chargista Zé Dassilva

Charges formavam a série "Minha Vidinha", publicada no DC

04/09/2021 - 07h00

Compartilhe

Marina
Por Marina Martini Lopes
Zé Dassilva
O cartunista Zé Dassilva, que há mais de duas décadas atua como chargista na NSC Comunicação, tem uma longa série de produções autobiográficas
(Foto: )

A história em quadrinhos biográfica, em que os autores retratam cenas de seu próprio cotidiano e situações acontecidas com eles - sejam engraçadas, inusitadas ou filosóficas -, é uma linguagem comum principalmente em graphic novels, livros narrados em formato de quadrinhos em vez de em texto corrido. O cartunista Zé Dassilva, que há mais de duas décadas atua como chargista na NSC Comunicação, tem uma longa série de produções neste formato: é a série Minha Vidinha, que costumava ser publicada no DC há cerca de 10 anos.

> Saiba como receber notícias do NSC Total no WhatsApp

Agora, 200 tirinhas da série ganham nova vida: elas foram reunidas no livro Timeline - Volume 1, que já está à venda nas principais plataformas de e-commerce. O livro sai em capa dura, completamente colorido, pela 4-3-3 Produções. Embora boa parte do conteúdo já tenha sido publicado no DC, a obra conta também com tirinhas inéditas.

- Publicar isso era um desejo antigo, mas só agora durante a pandemia, confinado em casa, é que consegui mergulhar nos meus arquivos pra fazer isso - Zé Dassilva explica. - Pra ficar coerente com o título Timeline, organizei as tirinhas em ordem cronológica. Fiz uma consulta com pessoas próximas pra ver quais elas curtiam mais, e a partir daí escolhi cerca de 200 historinhas pro livro.

> Novo livro reúne mais de 500 fotos da Ponte Hercílio Luz

Timeline - Volume 1 começa no momento do nascimento do cartunista, em Criciúma, Santa Catarina; e o acompanha também pelas outras duas cidades onde ele viveu: Florianópolis e Rio de Janeiro (RJ) - Zé Dassilva mora desde 2000 na capital carioca, onde atua também como roteirista da TV Globo.

- Ali eu vou contando coisas engraçadas, coisas folclóricas que eu vi e vivi ao longo desse tempo - diz o chargista, a respeito do conteúdo do livro. - É "Volume 1" porque ele vai até 2013; o Volume 2 vai ser de 2014 pra cá. E espero que eu viva o bastante para um dia ter um Volume 3 também, né. (risos)

"Timeline - Volume 1" começa no momento do nascimento do cartunista, em Criciúma, Santa Catarina
"Timeline - Volume 1" começa no momento do nascimento do cartunista, em Criciúma, Santa Catarina
(Foto: )

No texto de abertura da obra, ele explica ao leitor: "Este livro não é sobre mim. É sobre as pessoas que eu fui. E sobre as que eu quase fui. Este livro também não foi feito por mim. Foi feito por uma pessoa que eu fui, há cerca de dez anos, quando produzi estas tirinhas. Já que este livro que não é sobre mim, ele pode ser sobre você, então. Ao ler histórias em que relembro as pessoas que fui, você pode rebobinar sua própria timeline e remeter-se a situações que viveu na mesma época para também se lembrar das pessoas que foi (e das que você evitou ser)."

Tirinha que faz parte de "Timeline - Volume 1"
Tirinha que faz parte de "Timeline - Volume 1"
(Foto: )
Tirinha que faz parte de "Timeline - Volume 1"
Tirinha que faz parte de "Timeline - Volume 1"
(Foto: )

> Livro Ainda Estavam Lá reúne 99 microcontos de autores catarinenses

Zé Dassilva conta que, justamente por não ser mais a pessoa que era quando desenhou as tirinhas que compõem o primeiro livro, ele criou o material que vai formar o segundo volume em um estilo bem diferente: os desenhos não serão feitos em tirinhas, e sim em uma linguagem que se aproxima daquela conhecida como "urban sketch" - a prática de desenhar o que se vê ao redor, retratando paisagens urbanas e cenas cotidianas.

- Em 2014 eu mudei meu estilo de vida: parei de beber, parei de fumar, emagreci, me separei... - conta Zé Dassilva. - Por isso o estilo de desenho também muda no segundo livro. De lá pra cá, eu venho registrando a minha vida nesse formato; sempre com um caderno a tiracolo, desenhando os lugares por onde ando e o que acontece neles.

Leia também:

> Especial Nos Trilhos do Blues: as origens e os subgêneros de um dos estilos mais influentes da música

> Pandemia escancara desigualdades educacionais, desafia professores e muda a rotina das famílias

> Filhos de Paulo Gustavo e Thales Bretas fazem dois anos

Colunistas