nsc
    hora_de_sc

    SUSTO NO CAMINHO DE CASA

    Tiros e barricada na SC-401 em Florianópolis foram motivados por protesto, diz polícia

    Ação ocorreu no final da tarde desta segunda-feira, sentido Norte da Ilha; niguém se feriu

    15/02/2021 - 19h30 - Atualizada em: 16/02/2021 - 14h46

    Compartilhe

    Clarissa
    Por Clarissa Battistella
    Lucas
    Por Lucas Paraizo
    Pneus foram queimados na SC-401; suspeitos pelo bloqueio da via fugiram
    Pneus foram queimados na SC-401; suspeitos pelo bloqueio da via fugiram
    (Foto: )

    Motoristas foram parados na SC-401, em Florianópolis, por um grupo de homens armados, que dispararam tiros para o alto e bloquearam a rodovia com a queima de pneus e outros objetos no final da tarde desta segunda-feira (15). A ação ocorreu no sentindo Norte da Ilha, próximo ao bairro Saco Grande. A polícia investiga o que motivou a ação, mas já descartou a possibilidade de arrastões e diz acreditar em um protesto do que chamou de "crime organizado". 

    > Quer receber notícias por WhatsApp? Inscreva-se aqui

    > Após passar mal ao volante, motorista atropela e mata pedestre na SC-401, em Florianópolis

    Segundo o comandante do 4º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Dhiogo Cidral de Lima, a Polícia Militar recebeu uma série de chamadas no final da tarde, que informavam sobre um grupo de homens armados, que bloqueavam o trânsito na região do Floripa Shopping. 

    - Eles tentaram colocar fogo em pneus na rodovia e acuaram os motoristas que passavam pelo local. Tiveram motoristas que tentaram furar o bloqueio e uma das pessoas deu tiros para o alto, o que assustou - diz.

    > Homem invade casa e estupra mulher à luz do dia no Norte da Ilha, em Florianópolis

    Ainda, segundo o oficial, viaturas chegaram rapidamente no local, o que causou a dispersão do grupo:

    - Fugiram para trás da (loja) Decathlon e depois fugiram para o morro. Ninguém chegou a ser preso. 

    >Vídeo mostra momento em que homem cai de parapente em Penha

    Questionado sobre um possível conflito com moradores da região ou a prisão de algum suspeito que possa ter motivado a manifestação, Cidral respondeu que ainda é cedo para saber. O comandante ainda disse que houve situações enfrentadas pelo 4º Batalhão recentemente, mas em outras áreas:

    - (A ação) Pode estar ligado ao sistema prisional ou a alguma outra situação que ainda não temos conhecimento.

    Segundo o tenente Eduardo Nunes, Comandante da 1ª Companhia da Polícia Militar Rodoviária (PMRv), a barricada e os tiros podem ter sido provocados em protesto a morte de um “criminoso" no Morro do Mocotó, ocorrida no domingo de manhã. O oficial, no entanto, não soube informar detalhes sobre a ocorrência envolvendo a morte que pode provocado a ação:

    -Ele (a pessoa morta) morava no Monte Verde e o pessoal da área protestou hoje. Estavam armados, invadiram a pista, colocaram pneus e tentaram obstruir a rodovia.

    Um Policial Civil que passava pela região no momento em que os pneus começaram a queimar, também interveio. Ninguém ficou ferido.

    Sem ocorrência nos presídios

    A Secretaria de Administração Prisional e Socioeducativa (SAP) informou, em nota, que a barricada e os tiros registrados na SC-401, em Florianópolis, não estão relacionados ao sistema prisional.

    Leia também

    > PMs investigados por desaparecimento de homem em Laguna são presos em SC

    > Ciclone subtropical se forma no Sul do Brasil; vídeo explica o fenômeno

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Polícia

    Colunistas