nsc
an

custo alimentício

Tomate mais caro e carne mais barata; veja os preços da alimentação em Joinville

Procon divulgou nova pesquisa sobre o custo de cesta básica e itens para churrasco em novembro

05/11/2021 - 15h31

Compartilhe

Marcelo
Por Marcelo Henrique
churrasco
Pesquisa do Procon de novembro apontou redução no valor de alguns tipos de carne
(Foto: )

O Procon de Joinville divulgou a pesquisa de preços de cesta básica e churrasco. O levantamento foi feito em 10 estabelecimentos em diferentes bairros da cidade no período de 28 de outubro a 4 de novembro. Entre as novidades, estão o aumento do preço de produtos de hortifruti e a diminuição no valor de algumas peças de carne.

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

Em relação à última pesquisa realizada em outubro, o preço médio da cesta básica sofreu redução de 0,39%, fechando em R$ 263,42. O último valor apurado havia sido R$ 264,46.

Entre os produtos com maior alta de preços, estão o tomate (+22,38%), a batata lavada (+21,78%), a cebola (+21,13%) e a farinha de mandioca (+20,87%).

Já os itens que sofreram maior redução foram extrato de tomate (-16,16%), absorvente higiênico (-14,76%), achocolatado (-11,44%) e doce de frutas (-10,35%).

Projetos apoiam pessoas em situação de pobreza menstrual em Joinville

A pesquisa foi realizada no período de 28 de outubro a 4 de novembro, em 10 estabelecimentos localizados nos bairros América, Anita Garibaldi, Aventureiro, Costa e Silva, Glória, Santa Catarina, Bucarein e Vila Nova.

O menor valor apurado da cesta básica foi de R$ 214,21. Já o maior preço foi R$ 318,58. Se o consumidor optar em comprar os produtos mais baratos nos diferentes mercados, vai pagar R$ 184,75 pela cesta básica.

Peça de carne suína baixou mais da metade do preço

Ao contrário da pesquisa de outubro, as carnes foram os itens com maior redução de preço. O quilo do joelho suíno baixou 55,03% e o da picanha, 25,59%. Já o quilo da linguiça de pernil teve redução de 19,57% e o da paleta, 14,74%.

Os produtos com maior alta de preços foram o carvão vegetal (+25,57%), o sal grosso (+24,34%), a linguiça toscana (+17,16%) e o filé mignon (+16,45%).

Na variação de preços entre os supermercados foi verificada diferença de 426% no sal grosso, 110% no carvão vegetal, 103% na raquete/meio da asa e 100% na linguiça de pernil.

As pesquisas são publicadas no site da prefeitura ou podem ser acessadas diretamente nos links para churrasco e cesta básica.

*Sob supervisão de Vinicius Dias

Leia também:

Mulher encontra duas cobras no banheiro enquanto tomava banho em Jaraguá do Sul

Série de duplicações em Joinville ainda sem data para começar

Feira do Livro de Joinville começa nesta sexta; confira a programação completa

Colunistas