nsc
    santa

    Alto Vale

    TRE-SC nega pedido de cassação de mandato do prefeito de Rio do Sul, José Thomé

    Julgamento havia sido interrompido após pedido de vistas, mas tribunal considerou improcedente o pedido por 6 votos a 1

    04/09/2018 - 15h31

    Compartilhe

    Por Redação NSC
    (Foto: )

    O Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC) considerou improcedente o processo que pedia a cassação da chapa eleitoral do prefeito de Rio do Sul, José Thomé (PSDB) e do vice Paulo Cunha (PSD). O julgamento havia sido interrompido após pedido de vistas da juíza Luísa Hickel Gamba e foi retomado nesta terça-feira, em Florianópolis.

    Por 6 votos a 1, o TRE-SC negou o pedido do Ministério Público de Rio do Sul pela perda dos direitos políticos e diplomação de Thomé e Cunha, eleitos em 2016. O relator do caso, juiz Antônio Zoldan da Veiga, votou pela rejeição das provas apresentadas no processo. Em setembro do ano passado uma decisão de primeiro grau havia cassado a chapa eleitoral da dupla.

    Por meio da assessoria, o prefeito Thomé informou que sempre confiou na justiça e na tese dos advogados de defesa.

    – Estive sempre muito tranquilo com relação à análise de todo o processo e a defesa. Me preocupei muito em cumprir o papel pelo qual foi confiado a mim e ao meu vice-prefeito, Paulo Cunha. Governamos a cidade de Rio do Sul com responsabilidade e compromisso – discursou.

    Da decisão do TRE definida nesta terça-feira ainda cabe recurso, junto ao Tribunal Superior Eleitoral.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Política e Economia

    Colunistas