O presidente da Colômbia, Gustavo Petro, anunciou que as três crianças e o bebê de 11 meses procurados há 40 dias na Amazônia colombiana foram encontrados com vida nesta sexta-feira (9). Eles estavam perdidos sozinhos na mata desde a queda de um avião do qual eram passageiros, em 1º de maio. A mãe deles e outros dois adultos também estavam na aeronave, mas morreram no acidente.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

As três crianças têm 13, nove e quatro anos de idade e, tal como o bebê, são indígenas da etnia uitoto. Elas estavam perdidas na região de Guaviare e eram buscadas pela “Operação Esperança”.

“Uma alegria para todo o país!”, escreveu Petro no Twitter, ao fazer o anúncio.

Em 17 de maio, o presidente da Colômbia chegou a comunicar erroneamente que as crianças teriam sido encontradas, mas voltou atrás do anúncio no dia seguinte.

Continua depois da publicidade

Desta vez, a informação foi confirmada também pelas Forças Armadas do país, que faziam a procura junto de indígenas que vivem na região e divulgou imagens do resgate. Os trabalhos de busca foram desafiados pelas condições de mata fechada e pelas intensas chuvas do local.

Os corpos dos adultos foram encontrados em 16 de maio, mesma altura em que um abrigo improvisado próximo ao local da queda do avião indicou que as crianças poderiam ainda estar vivas.

Uma pista mais recente envolveu o sumiço de um dos cachorros que ajudava a fazer a procura, um pastor belga de nome Wilson. O animal se perdeu do grupo de busca e pode ter encontrado as crianças nesse período, já que os militares passaram a identificar pegadas do cão junto a marcas dos pés dos pequenos.

Leia mais

VÍDEO: Onça é flagrada atravessando rio a nado em SC

Sino doado pelo imperador Dom Pedro II para igreja tombada de SC é furtado

Destaques do NSC Total