Pelo menos 198 pessoas morreram até agora com a invasão da Rússia na Ucrânia. O governo ucraniano aponta, ainda, que entre essas vítimas estão três crianças. A agência de notícias Interfax confirma que 1.115 pessoas foram feridas durante os ataques — 33 delas são crianças. Não há informações de que se essas vítimas são apenas civis ou militares.

Continua depois da publicidade

> Receba notícias por WhatsApp. Saiba como

Nas últimas horas deste sábado (26/2), os enfrentamentos em território ucraniano foram retomados em Sumy, no nordeste da Ucrânia, e continuam em Kiev. No caso da primeira cidade, o combate é entre militares. No entanto, na capital do país, há relatos de explosões.

“Noite mais difícil”

Também nessa sexta, em pronunciamento gravado, o presidente do país, Volodymyr Zelensky, alertou que Kiev estava sob perigo de tomada pelos russos e fez um apelo: “Não podemos perder a capital”. O presidente ucraniano ainda afirmou que acredita que os conflitos irão se acentuar. “O destino do país será decidido agora.

Leia mais no Metrópoles, parceiro do NSC Total.

Continua depois da publicidade

Leia também

Entenda os motivos da guerra entre Rússia e Ucrânia

Jogador de futebol de SC que mora na Ucrânia relata medo e aflição após ataque da Rússia

Destaques do NSC Total