nsc
    hora_de_sc

    Violência

    Troca de tiros entre PM e traficantes termina com um morto e barricadas no Itacorubi, em Florianópolis

    Confronto envolvendo o Bope e suspeitos de tráfico de drogas ocorreu na Comunidade do Quilombo

    24/10/2020 - 08h48 - Atualizada em: 24/10/2020 - 08h50

    Compartilhe

    Augusto
    Por Augusto Ittner
    Durante o confronto, comunidade fez barricadas no acesso ao Quilombo.
    Durante o confronto, comunidade fez barricadas no acesso ao Quilombo.
    (Foto: )

    Um confronto entre policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e traficantes terminou com intensa troca de tiros e um suspeito morto na noite desta sexta-feira (23) no Itacorubi, em Florianópolis. A ocorrência foi registrada na Comunidade do Quilombo e, de acordo com a PM, começou depois que homens armados atiraram contra as guarnições.

    > Receba notícias da Grande Florianópolis por WhatsApp. Clique aqui e saiba como

    O relatório policial aponta que uma viatura estava em rondas pela região no momento em que se deparou com os traficantes, que dispararam contra os agentes. Dois homens foram baleados pelos PMs, sendo que um deles — menor de idade — morreu na hora. Um outro envolvido foi atingido no pé por estilhaços e precisou de atendimento médico.

    Pouco depois do confronto, conforme a PM, enquanto aguardavam pela chegada da Polícia Civil, do Samu, e do Instituto Geral de Perícias (IGP), moradores da comunidade atearam fogo em lixos e outros materiais inflamáveis, criando barricadas na via principal de acesso ao Morro do Quilombo, o que comprometeu a chegada do socorro médico.

    Pistola apreendida depois da troca de tiros.
    Pistola apreendida depois da troca de tiros.
    (Foto: )

    Foram registrados tiros contra ambulâncias e peritos, o que motivou o recuo dos profissionais. Em nota, a Polícia Militar diz que “se não houve atendimento mais célere ou adequado foi por culpa dos traficantes que vieram a atacar o socorro” e afirma que, durante as barricadas, “criminosos efetuaram novos disparos de arma de fogo em via pública, bem como soltavam rojões, no sentido de afugentar a segurança pública”.

    > Ginecologista condenado por violação sexual contra pacientes em Florianópolis recorre da decisão

    A PM afirma ainda que toda a ação foi registrada em vídeo, inclusive de câmeras de monitoramento no acesso à comunidade, e que esse material ficará à disposição da Polícia Civil. Durante este fim de semana, novas barreiras devem ser feitas no Quilombo, para “coibir novas ações”.

    Nenhum policial ficou ferido e foram apreendidas uma pistola e 17 munições. Um suspeito morreu no local e outro ficou ferido.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Polícia

    Colunistas