nsc
    an

    Dia Mundial da Saúde

    Universidade realiza ações para promover a qualidade de vida, saúde e bem-estar

    Durante o mês de abril serão realizadas lives com profissionais da área com objetivo de incentivar a saúde, qualidade de vida e bem-estar

    02/04/2021 - 13h00 - Atualizada em: 06/04/2021 - 11h00

    Compartilhe

    Estúdio
    Por Estúdio NSC
    Projeto foi pensado para fomentar a saúde no mês dedicado a debater o tema
    Projeto foi pensado para fomentar a saúde no mês dedicado a debater o tema
    (Foto: )

    O tema saúde é muito relevante e sempre ganha espaço nas discussões dentro da Universidade. Professores e profissionais da área dedicam-se em trazer conteúdos para a toda a comunidade, incentivando hábitos que garantam uma boa qualidade de vida, com saúde e bem-estar.

    A professora Arlene Nunes produziu um artigo muito interessante a cerca de transtornos alimentares na visão de meninas adolescentes de Florianópolis: uma abordagem fenomenológica.

    > Comida de verdade: Busca por alimentos saudáveis é impulsionada pela pandemia

    O trabalho buscou compreender o significado da experiência vivida por adolescentes do sexo feminino com transtorno alimentar (TA), com ênfase nos aspectos relacionados à alimentação, a partir de uma perspectiva fenomenológica. Foram entrevistados sete adolescentes com TA, atendidas em hospitais e clínicas de Florianópolis (SC). Na análise das entrevistas, procurou-se identificar as unidades de significado, categorizando-as para apreensão da estrutura geral da vivência, extraindo a estrutura do vivido.

    Foram identificadas nove unidades de significado: o que representa a comida, hábito alimentar, alimentos que deixaram de ser consumidos, alimentos que passaram a ser consumidos, consumo de refrigerantes, escolhas alimentares, composição das refeições, hábito alimentar da família e alimentação saudável.

    As unidades de significado revelaram, entre outros, o sofrimento das adolescentes, seja por engordar, não se achar magra suficiente, comer demais, não comer, provocar vômito, tomar laxante/diurético, tentar suicídio, ver pais sofrendo, não se sentirem compreendidas. A pesquisa proporcionou contemplar o fenômeno pelo prisma da relação com a comida, confirmando como esta relação está ligada ao emocional. Também mostrou como é viver com TA na visão das adolescentes, procurando enxergar esses transtornos segundo suas óticas e sentimentos. O artigo pode ser lido na íntegra clicando aqui.

    Neste mês (abril) do ano de 2021, a Universidade promove grandiosas discussões a respeito da saúde integral do ser humano. No evento Abril Saúde serão abordados temas como: Equidade e Justiça Social, Promoção da Saúde em Tempos de Pandemia, Práticas de Promoção de Saúde nas Universidades, Saúde: Múltiplos olhares, entre outros.

    Será possível prestigiar as lives ao vivo, no canal do Youtube Univille Play, basta conferir a programação completa no site. As ações visam dar visibilidade para a proposição de cuidados com a saúde integral em toda a comunidade acadêmica e marcar o Dia Mundial da Saúde, no dia 07 de abril e neste ano de 2021 com o tema sugerido pela OMS: Equidade e Justiça Social

    Leia também:

    As expectativas e os desafios do mercado de trabalho para o pós-pandemia

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Especiais Publicitários

    Colunistas