O Instituto Butantan publicou, nesta quarta (31), o estudo que aponta uma eficácia geral de 79,6% da vacina brasileira contra a dengue. Sendo desenvolvido há 10 anos, o imunizante tem eficiência semelhante ao Qdenga, que será distribuído pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do NSC Total pelo Google Notícias

A pesquisa foi publicada na revista científica New England Journal of Medicine (NEJM), uma das mais prestigiadas do mundo. A vacina do Butantan é de dose única, funciona contra todos os sorotipos, e cerca de 16 mil brasileiros estão sendo acompanhados há três anos para verificar a eficácia contra a dengue.

“Explosão” de casos de dengue nas primeiras semanas de 2024 acende alerta em SC

De acordo com o estudo, o imunizante apresentou 89,2% de eficácia em pessoas que já tiveram dengue antes do início da pesquisa, e 73,6% em quem nunca foi infectado. Durante o período de acompanhamento, só circulavam no Brasil os sorotipos 1 e 2 da dengue — por isso, só há dados sobre os dois. Foram registradas eficácias de 89,5% e 69,6%, respectivamente.

Continua depois da publicidade

Leia mais no Metrópoles, parceiro do NSC Total.

Leia também

Saiba as cidades de SC que vão receber as primeiras doses da vacina contra a dengue

Pesquisa inédita identifica efeito de óleos naturais em combate a dengue em SC

Destaques do NSC Total