Mais cidades catarinenses receberão doses da vacina contra a dengue neste mês. A vinda da nova remessa de imunizantes foi informada pelo Ministério da Saúde, por meio de nota técnica. A região da Grande Florianópolis será beneficiada com a ampliação da vacinação, que segue na mesma faixa etária.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Até então, a vacinação contra a dengue em Santa Catarina estava ocorrendo somente no Nordeste do Estado, por conta do alto número de casos e mortes na região. Agora, a campanha será estendida para 19 municípios da Grande Florianópolis. A data em que os imunizantes chegam as cidades não foi informada.

O público alvo da vacinação no momento segue o mesmo: crianças e adolescentes entre 10 e 14 anos de idade. De acordo com a decisão, o objetivo da ampliação é acelerar a aplicação de doses e aumentar o acesso à vacinação.

O critério de seleção dos municípios, segundo o Informe Técnico Operacional da Estratégia de Vacinação contra a dengue em 2024 do Ministério da Saúde, foi o de “municípios de grande porte (população maior ou igual a 100 mil habitantes) com alta transmissão de dengue nos últimos 10 anos, incluindo os demais municípios das suas regiões de saúde de abrangência, independentemente do porte populacional, ordenados pela predominância do sorotipo DENV-2 (reemergência recente) e pelo maior número de casos no monitoramento 2023/2024 (SE-27/2023 à SE-02/2024)”.

Continua depois da publicidade

Vacinação longe da meta

O levantamento feito pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (DIVE) aponta que até está segunda-feira (1º) foram vacinadas 17.724 crianças e adolescentes com a primeira dose do imunizante, o que representa 24,8% de cobertura vacinal. A meta do Ministério da Saúde é vacinar pelo menos 90% do público total.

A vacinação tem papel importante, mas não é a única estratégia de contenção do avanço da doença. O diretor da Dive, João Augusto Brancher Fuck, reforça os cuidados necessários.

— O nosso apelo continua sendo para que toda a população vistorie seu quintal, escola, local de trabalho e remova qualquer objeto que possa acumular água — declara o diretor.

As vacinas começaram a ser aplicadas no dia 24 de fevereiro em Joinville, e entre os dias 26 e 27 de fevereiro nos outros municípios da região Nordeste. Uma única remessa de vacinas foi recebida até agora em Santa Catarina, no mês de fevereiro, com 29,1 mil doses.

Continua depois da publicidade

Para completar o esquema vacinal, é preciso tomar duas doses, com intervalo de três meses. O objetivo da campanha de imunização é reduzir hospitalizações e óbitos por conta da doença. Horários e locais de vacinação devem ser consultados diretamente com a Secretaria de Saúde dos municípios.

Confira as cidades incluídas na vacinação contra a dengue e o número de doses:

  • Florianópolis: 7.785 doses
  • São José: 4.293 doses
  • Palhoça: 4.150 doses
  • Biguaçu: 1.359 doses
  • Tijucas: 960 doses
  • São João Batista: 602 doses
  • Garopaba: 505 doses
  • Santo Amaro da Imperatriz: 462 doses
  • Governador Celso Ramos: 290 doses
  • Canelinha: 244 doses
  • Antônio Carlos: 212 doses
  • Nova Trento: 204 doses
  • Paulo Lopes: 158 doses
  • Águas Mornas: 101 doses
  • Angelina: 86 doses
  • São Pedro de Alcântara: 85 doses
  • Anitápolis: 63 doses
  • Rancho Queimado: 60 doses
  • São Bonifácio: 36 doses

Leia também

Criança de 4 anos morre por dengue e mãe denuncia negligência em SC: “Podia ter salvado”

Américas podem registrar pior surto de dengue da história, alerta Opas

Destaques do NSC Total