nsc

    Saúde

    Vacinar todos sem esperar a segunda dose garante a formação de anticorpos, diz imunologista

    Ministério da Saúde informou na sexta-feira a mudança na vacinação

    20/02/2021 - 15h24

    Compartilhe

    Jorge
    Por Jorge Jr.
    Vacinação para a segunda dose só seria feita com mais vacinas
    Vacinação para a segunda dose só seria feita com mais vacinas
    (Foto: )

    A decisão do Ministério da Saúde de mudar a estratégia de vacinação contra a covid-19, em que a dose deve ser aplicada sem que precisa ter a reserva da segunda dose, pode ajudar ser uma solução segundo a médica alergista e imunologista Lorena de Castro Diniz.

    > Acompanhe dados da vacinação em cada município de SC no Monitor da Vacina

    > Painel do Coronavírus: saiba como foi o avanço da pandemia em SC

    Em entrevista ao Notícia na Manhã deste sábado, a médica fez uma análise da decisão do Ministério da Saúde e apontou que a criação de anticorpos pode ajudar.

    > Ministério da Saúde autoriza compra de vacinas Sputnik V e Covaxin com dispensa de licitação

    — Com a baixa produção do número de doses necessárias para o maior número da população, talvez essa estratégia seja a melhor porque garante um pouco da formação de anticorpos. Por se tratar de vacinas inativadas a gente sabe que a eficiência delas só se dá de fato após uma segundo dose, mas com uma dose há formação de algum número de anticorpos.

    A gente não sabe se estender essa segunda dose por mais tempo qual vai ser a real eficácia, porque a gente sabe que o imunógeno tem um período para aumentar o número de anticorpos

    Ouça a entrevista na íntegra

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Saúde

    Colunistas