Nos últimos anos, os quadros de ansiedade têm se tornado cada vez mais comuns. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), ainda em 2019, mais de 300 milhões de pessoas sofriam com sintomas dessa doença. Além disso, durante e após a pandemia de Covid-19, o cenário piorou ainda mais.

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do Hora no Google Notícias

Porém, muita gente ainda trata os sintomas da ansiedade como um mal menor. Em caso de dificuldades no sono, dificuldade de concentração, palpitação e falta de ar com pensamentos e cenários ruins, talvez o ideal seja procurar ajuda profissional. Mas quais são os remédios que tratam a ansiedade? Trouxemos essa reportagem para falar mais sobre os mais indicados.

O que é ansiedade?

Antes de mais nada, precisamos entender o que é exatamente a ansiedade. Segundo a Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) do Ministério da Saúde, a ansiedade é algo que às vezes nos ajuda e às vezes prejudica. Isto pois esse é um mecanismo natural de fazer com que o ser humano faça uma ação. Porém, em excesso, isso pode fazer exatamente o oposto.

Muitas vezes, o paciente pode se sentir ansioso sem motivo aparente, e isso faz com que a pessoa paralise. Assim, em algumas situações, as pessoas podem deixar de fazer coisas simples apenas para evitar a sensação de ansiedade, de tão desconfortável que pode ser. 

Continua depois da publicidade

Ainda conforme o BVS, os sintomas da ansiedade podem ser os seguintes:

  • Preocupações exageradas;
  • Medo de uma situação específica;
  • Pensamentos constantes de que algo muito ruim vai acontecer
  • Medo exagerado de ser alvo de chacota publicamente;
  • Pavor depois de um momento difícil.

Já o corpo pode responder às situações de ansiedades com:

  • Falta de ar;
  • Taquicardia
  • Dor no peito
  • Respiração acelerada 
  • Dores abdominais
  • Náuseas e diarreias.

Curtir um dia de praia realmente faz bem para a saúde, segunda a ciência

Entenda mais sobre os quadros de ansiedade

Medicamentos para tratar a ansiedade

Agora que já apresentamos um pouco mais sobre a ansiedade, vamos citar quais os remédios mais usados para tratar o quadro. Mas antes é preciso ressaltar que esses remédios devem ser administrados sob prescrição e acompanhamento médico. Sob hipótese alguma a automedicação deve ocorrer nesse caso.

1 – Antidepressivos

É muito comum que uma pessoa chegue com um quadro de ansiedade e o médico indique um antidepressivo. De acordo com o farmacêutico Marcelo Polacow, em entrevista ao portal Uol, isso ocorre pois a ansiedade e a depressão estão bastante ligados. 

Continua depois da publicidade

Além disso, um estudo do médico. Renan Campos Mello, da Universidade Federal Fluminense, aponta que os antidepressivos ajudam na absorção de substâmcias como a serotonina, que ajudam na regulação do humor. 

Desse modo, os principais antidepressivos indicados são:

  • fluoxetina
  • sertralina
  • escitalopram
  • paroxetina.

2 – Ansiolíticos

Já os ansiolíticos, por outro lado, agem diretamente na tensão e na ansiedade. De acordo com o Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas (CEBRID), o ansiolítico age diretamente no cérebro auxiliando na ativação de mecanismos que combatem a ansiedade e a tensão. 

Assim, os medicamentos causam efeitos como redução do estado de alerta, indução ao sono, relaxamento muscular e outras funções. Entretanto, é preciso ressaltar que eles podem afetar também as funções motoras. Por isso, atividades como dirigir automóveis ou operar máquinas não é recomendado depois de ingeri-los. Alguns exemplos de ansiolíticos são.

  • Diazepam
  • Clonazepam 
  • Lorazepam
  • Alprazolam

O que acontece no corpo se você toma remédio para dor de cabeça todo dia

Outras formas de tratamento 

Por fim, vale a pena lembrar que a medicação está longe de ser a única opção. Segundo o BVS, o quadro pode ser atenuado também com psicoterapia. Seja com um psicólogo ou com um psiquiatra. Também é possível combinar terapia e medicação a depender do quadro.

Continua depois da publicidade

Leia mais

Os sintomas da alergia alimentar e o que há de novos desafios

Como cobra venenosa foi parar na gaveta de um bebê e o que fazer nesses casos

Destaques do NSC Total