Uma professora de 39 anos foi indiciada pela Polícia Civil por maus-tratos a crianças em uma creche municipal de Caibi, na região Oeste de Santa Catarina. A mulher teria amarrado as pernas de dois alunos com fitas de TNT durante as refeições.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

A denúncia partiu de outras funcionárias da creche. No mês passado, uma menina de 1 ano e 10 meses teria sido vista com as pernas amarradas com uma fita de TNT no refeitório da creche, durante o café da manhã. Ao conferir as câmeras de segurança, a direção da escola flagrou a professora fazendo o mesmo com um menino de 1 ano e 7 meses, em outra ocasião.

A escola teria indagado a mulher sobre a situação, e ela teria justificado que “era porque as crianças não paravam durante a refeição”, conforme o inquérito. Ela foi imediatamente afastada do cargo.

Conforme o delegado Lucas Almeida, que está à frente das investigações, a mulher foi indiciada por maus-tratos, crime que pode resultar em uma pena de dois meses a um ano de detenção ou multa. O inquérito foi encaminhado ao Ministério Público de Santa Catarina (MPSC).

Continua depois da publicidade

Os nomes da profissional e da creche estão sendo mantidos em sigilo pelas autoridades.

Leia também

SC imuniza crianças e adolescentes contra mais de 20 doenças em Dia D da multivacinação; veja horários

Confronto com a PM termina com morte de adolescente de 16 anos em Florianópolis

Destaques do NSC Total