nsc
an

Violência

Violência no trabalho: funcionárias se agridem em empresa de Jaraguá do Sul

Reunião termina em socos, chutes e puxões de cabelo entre duas mulheres

10/08/2021 - 13h59

Compartilhe

Por Marcelo Henrique
Briga de empregadas
Funcionária discordou de decisão e partiu para agressão
(Foto: )

Duas funcionárias de uma empresa de Jaraguá do Sul brigaram após desentendimento por causa de uma advertência. A ocorrência foi registrada na rua Marina Frutuoso, no Centro, nesta segunda-feira (9). Os resultados da briga foram arranhões nos braços e hematomas no corpo das funcionárias.

> Receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

Uma mulher de 35 anos estava fazendo um procedimento administrativo para punir uma de suas funcionárias, que tem 30 anos. Segundo a Polícia Militar, a empregada discordou da punição e agrediu a colega com socos, chutes e puxões de cabelo. A briga foi controlada por pessoas que estavam no local.

Após a discussão acirrada, a PM prendeu a mulher de 30 anos pelo crime de lesão corporal dolosa (quando há intenção de violar a lei). Porém, a agressora assinou um termo circunstanciado e foi liberada.

> Assine a newsletter do A Notícia e receba os destaques da região no seu e-mail

Entenda o que é o termo circunstanciado

Trata-se de um documento escrito pela autoridade policial assim que toma conhecimento da ocorrência de uma infração de menor potencial ofensivo. O objetivo é o mesmo do inquérito policial, mas é feito de maneira menos formal e sem a necessidade de grande investigação.

O termo circunstanciado deve apontar as circunstâncias do fato criminoso e os elementos coletados da autoria do crime, para que o titular da ação possa formar a opinio delicti (indício de suspeita para levar uma investigação adiante).

*Sob supervisão de Lucas Paraizo

Leia também:

Motoristas de aplicativo em Joinville protestam e pedem mais segurança após assassinato

Veja quais são as cidades com os maiores salários na região Norte de SC

Colunistas