Em meio a tanta dor, o pai do menino Bernardo Cunha Machado, de 5 anos, falou sobre a perda do único filho. O pequeno foi uma das vítimas do ataque à creche do bairro Velha, em Blumenau. Bruno Bride prometeu honrar a memória do garoto.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de SC por WhatsApp

— Vou honrar a memória do meu filho todos os dias, fazer valer a pena todos os momentos. Peço que Deus conforte meu coração e de todas as famílias — disse.

Ao ser questionado sobre qual a melhor lembrança que tem com o menino, Bruno contou de um momento vivido nesta manhã, ao deixá-lo na creche. Bernardo queria imitar um coelho e o pai entrou na brincadeira. Quando se deu conta, estava pulando diante da unidade junto com o filho e um amiguinho.

Foi a última vez que viu Bernardo vivo.

Continua depois da publicidade

Além dele, foram mortos Larissa Maia Roldo, 7, Bernardo Pabst da Cunha, 4, e Enzo Marchesin Barbosa, 4. Um homem de 25 anos invadiu a creche em que eles estudavam na manhã desta quarta-feira (5), segundo a PM. Ele chegou em uma moto, pulou o muro e atacou com uma machadinha os estudantes que estavam em um parque nos fundos do educandário.

Leia mais

Mãe de criança relata desespero em creche após tragédia em Blumenau: “Me joguei no chão”

Destaques do NSC Total