nsc
    nsc

    Análise

    As decisões importantes que a nova governadora de Santa Catarina precisará tomar

    Compartilhe

    Ânderson
    Por Ânderson Silva
    26/10/2020 - 11h30
    Daniela Reinehr será governadora de SC a partir desta terça-feira
    Daniela Reinehr será governadora de SC a partir desta terça-feira (Foto: Bruno Collaço/Agência AL)

    As decisões sobre Santa Catarina estarão nas mãos de Daniela Reinehr. A nova governadora de Santa Catarina assume a função nesta terça-feira, e terá as primeiras provas de fogo: quais serão suas ações no combate à pandemia, no campo econômico, no turismo e na educação. É bom lembrar que Daniela tem forte vínculo com a ala bolnarista da política, muito crítica das decisões do governador Carlos Moisés da Silva em relações aos decretos de restrição, por exemplo.

    Deputado pede que Daniela "rasgue" decretos de Moisés contra pandemia

    Há ainda outras escolhas a fazer, todas que impactam a vida dos catarinenses. A volta às aulas está programada para este mês no Estado. A retomada econômica vem acontecendo. Setores como o de eventos pressionam pela liberação. O verão bate à porta, e com ele vem o turismo, uma das principais fontes do Produto Interno bruto (PIB) de Santa Catarina.

    Evandro de Assis: Posse de Daniela Reinehr põe em xeque política de combate ao coronavírus em SC

    Na segurança pública, Moisés havia anunciado a contratação de policiais militares e civis para o começo de 2021. Até lá, a tendência é que Daniela continue no cargo. Caberá a ela confirmar ou não as nomeações. Em outras áreas como a assistência social, o Estado terá que estar de olhos abertos aos próximos meses, com o fim do pagamento do auxílio-emergencial pelo governo federal.

    Bolsonaristas na pressão

    No último sábado, o deputado estadual Jessé Lopes (PSL) pediu que a nova governadora "rasgue" os decretos de Moisés. A mesmo pressão do parlamentar bolsonarista deve aumentar entre os apoiadores de Daniela nos próximos dias. A incógnita está em como ela vai reagir.

    Moisés é notificado sobre decisão do Tribunal do Impeachment que o afasta do governo de SC

    A principal dúvida está no que Daniela seguirá: o que dizem os números da doença em elevação no Estado ou os pedidos dos aliados. Além disso, abre-se um leque de decisões que ela precisará tomar. Isso inclui o investimento em vacinas contra o coronavírus para 2021. O presidente Jair Bolsonaro, com ideologia seguida pela governadora, diz que a medicação não será obrigatória.

    Daniela terá em suas mãos o destino do Estado em um dos momentos mais críticos da história. Caberá a ela uma administração técnica. Mas a ideologia estará próxima. Por isso a grande questão é como ela vai reagir às cobranças de quem politicamente quer um governo alinhado às preferências bolsonaristas.

    Leia mais:

    Conheça Daniela Reinehr, a primeira mulher a governar SC

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas