O Republicanos será a casa do governador de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva, para a tentativa de reeleição nas Eleições 2022. Depois de conversas com partidos como Podemos, MDB, Progressistas, PSDB e Avante, Moisés optou pelo partido que é comandado no Estado pelo deputado estadual Sérgio Motta. Figura de pouco protagonismo na Assembleia Legislativa (Alesc), Motta tem atuação forte no campo religioso. Ele é bispo da Igreja Universal do Reino de Deus, onde tem o reduto eleitoral estabelecido. Além disso, foi apresentador de TV e votou favoravelmente ao impeachment de Moisés nos dois processos abertos na Alesc.

Continua depois da publicidade

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

O deputado que presidente o Republicanos em SC está no primeiro mandato na Assembleia. Ele é natural do Rio de Janeiro (RJ). Pela descrição do currículo de Motta no site da Alesc, o parlamentar é “administrador formado, apresentador de TV e bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus em Santa Catarina”. Motta morou em Portugal por 13 anos, “cumprindo missão social em prol das famílias carentes portuguesas”, segundo o texto. Aos 38 anos, voltou ao Brasil para participar de outros programas para pessoas de baixa renda.

Na política, foi eleito deputado em 2018 pelo Partido Republicano Brasileiro (PRB), que mais tarde virou o Republicanos. Motta recebeu 45.181 votos. Na Alesc, participa das comissões de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Presidente); de Defesa dos Direitos do Idoso; e de Prevenção e Combate às Drogas.

Pró-impeachment

Nos dois processos de impeachment abertos contra o governador Carlos Moisés da Silva na Alesc, Motta foi favorável, tanto em plenário como nas comissões especiais. Ele foi membro das duas comissões especiais que embasam o relatório a ser votado, tanto no caso dos respiradores como no caso dos procuradores do Estado.

Continua depois da publicidade

Presença em eventos

Mesmo com o posicionamento contrário do parlamentar na Assembleia, Moisés sempre prestigiou eventos de homenagem ao trabalho das igrejas evangélicas promovidos por Motta. O governador esteve em pelo menos três oportunidades na Alesc nos atos organizados pelo deputado.

A coluna procurou Sérgio Motta para ouvi-lo sobre o futuro do partido e os novos rumos do Republicanos com Moisés, mas ele não retornou ao contato.

Leia também:

Em Joinville, Moisés elogia vice-prefeita e cutuca Daniela Reinehr

Moisés janta com Baleia Rossi e Chiodini em busca de um vice do MDB

Destaques do NSC Total