nsc
nsc

Análise

Reduto de Bolsonaro, SC terá no 7 de Setembro chance de mostrar que respeita a democracia

Compartilhe

Ânderson
Por Ânderson Silva
05/09/2021 - 16h20 - Atualizada em: 05/09/2021 - 18h36
SC terá protestos no 7 de Setembro a favor do governo Bolsonaro
SC terá protestos no 7 de Setembro a favor do governo Bolsonaro (Foto: Betina Humeres/Diário Catarinense)

Indiscutivelmente, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tem em Santa Catarina um do seus principais redutos no país. O representativo apoio vai além do que falam os números de 2018, e são sentidos nos atos pró-governo. Seja nas motociatas em que o próprio Bolsonaro esteve presente ou em manifestações isoladas, há em terras catarinenses um clima no ar favorável às decisões do presidente da República.

> Receba as principais informações de Santa Catarina pelo Whatsapp

E é justamente por isso é que o 7 de Setembro será uma prova de fogo para SC: o Estado terá que mostrar se realmente defende a democracia ou se permitirá a instalação de um clima antidemocrático propagado por apoiadores de Bolsonaro.

Os atos em defesa do governo federal em cidades catarinenses têm sido,em linhas gerais, até agora, dentro dos limites democráticos e constitucionais. Pode-se discordar, reclamar e até espernear. Mas faz parte da democracia o apoio recebido pelo presidente aqui no Estado. As manifestações de 2021 foram legítimas, apesar de algumas delas desrespeitarem cuidados sanitários em meio à pandemia.

Para o 7 de setembro desta terça-feira, percebe-se um movimento que se multiplica nas redes sociais. Há desde grupos de apoiadores anônimos até políticos catarinenses mobilizados. Um deles, aliás, faz questão de gravar vídeos diretamente para o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, relator do inquérito que investiga atos antidemocráticos no Brasil. Vídeos nada amistosos, diga-se de passagem.

O clima, por conta disso, remete à preocupação. O que se espera de SC no dia 7, entretanto, é a mesma conduta de quem sempre protestou e defendeu, seja lá quem for, de maneira democrática. As pautas das manifestações do dia da Independência geram uma sensação de apreensão, mas cabe aos catarinenses mostrar que a Constituição permanecerá debaixo do braço, sem afrontas, violência ou discursos golpistas. Tudo isso serve, também, para as manifestações de contra o governo federal. Fazer oposição responsável é saudável e faz parte do estado democrático de direito.

Mais do que defender os discursos de Bolsonaro, o dia 7 serve para que os manifestantes zelem pela democracia. Nada que fuja desse roteiro traz bons resultados. E SC, esperamos, não quer ficar marcada por algo além disso.

Leia também:

Túnel vai interligar Lagoa da Conceição ao Itacorubi, em Florianópolis

Operação contra advogados e agentes prisionais em SC se arrasta na Justiça

Terceira faixa da BR-101, em São José, já está liberada em cinco quilômetros

Inocentado no caso dos respiradores, ex-Chefe da Casa Civil de SC desabafa

Crônica de domingo: E fora do story?

Semana de Moisés tem jantar com PSD e papo ao pé do ouvido com seus fiadores

Ânderson Silva

Colunista

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

siga Ânderson Silva

Ânderson Silva

Colunista

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

siga Ânderson Silva

Mais colunistas

    Mais colunistas