nsc
nsc

Nutrição

Nutrir antes mesmo de nascer e criar vínculos afetivos pelo toque

Compartilhe

Carol
Por Carol Bandeira
07/12/2020 - 07h00
Nutrir vai além de apenas alimento.
Nutrir vai além de apenas alimento. (Foto: Pexels, banco de imagens)

Nascer é um processo intenso para os pais e também para o bebê. Após fecundar, a mãe é responsável pela nutrição do feto durante a gestação e muitas coisas estão envolvidas nesse início da vida. E quando falo em nutrição, falo de algo que está para além de apenas alimento, nutrir tem haver com toque, pele, cheiro e emoção. 

O bebê sai de um lugar aconchegante e seguro e vai para um mundo onde gradualmente terá que aprender a se individualizar, a se alimentar, e se entender como ser humano. É estranho, mas o processo de "separação" também se inicia ao nascer.

A pele é o orgão que separa o "dentro" do "fora", é por ali que o seu bebê irá iniciar a sua jornada para se tornar um indivíduo. É por ali também que você poderá reforçar o vículo com ele, ajudando-o a se sentir seguro, amado, alimentado. O toque amoroso e cuidadoso, a carícia suave, são registros que podem ficar gravados para sempre em sua memória corporal. Por isso, mesmo que o bebê nasça em época de frio, é importante que ele receba pequenas massagens, carícias que podem ser na hora do banho, por exemplo. Além de relaxar, ajudam o bebê a sentir-se amado e feliz!

> Chocolate pode prevenir doenças cardiovasculares e ósseas, além de reduzir estresse

E para falar melhor sobre essa troca entre pais e filhos, convidei a Terapeuta Deva Daya, especialista e mentora da Terapia Vida Nova e criadora dos Florais Flor de Amor, para compartilhar um pouco de seus conhecimentos.

Deva explica que a terapia floral e a aromaterapia podem servir de aliados nesta hora, unindo-se a técnicas simples de Shantala, por exemplo. Em sua linha de florais Flor de Amor, Deva recomenda um floral segunda pele (sinergia floral com óleo) que pode ser utilizado no momento da massagem para ativar de forma profunda esses registros de calma e alegria no corpo do bebê. 

A profissional explica que ao aplicar este floral o bebê recebe as propriedades de harmonização vindas das flores, ao mesmo tempo que sente o amor através do toque durante a massagem suave e acolhedora. Em sua formulação contém óleo carreador de Gergelim prensado a frio (Sesamum indicum), essência floral Flor de Amor "Rosa Amada" (Rosa canina, também conhecida como Rosa Mosqueta) e somente 0,5% de óleo essencial de Lavanda Francesa da Terra Flor (Lavandula angustifolia).

Como disse no início, nutrir é diferente de apenas alimentar, é ir além. Todos nós necessitamos de nutrir o corpo, a alma e a mente. E com o bebê não é diferente!

Leia também:

> Veja 10 lugares em Santa Catarina para conhecer e desfrutar da gastronomia

> 10 aplicativos para cuidar da saúde física e mental

> Conheça cinco alimentos que previnem o câncer de intestino

Carol Bandeira

Colunista

Carol Bandeira

Mãe de 3, especialista e uma das referências no país em nutrição materno-infantil. É empreendedora, docente e pesquisadora. Ajuda pais e nutricionistas a nutrir com amor as futuras gerações.

siga Carol Bandeira

Carol Bandeira

Colunista

Carol Bandeira

Mãe de 3, especialista e uma das referências no país em nutrição materno-infantil. É empreendedora, docente e pesquisadora. Ajuda pais e nutricionistas a nutrir com amor as futuras gerações.

siga Carol Bandeira

Mais colunistas

    Mais colunistas