nsc
    nsc

    Economia

    Balneário Camboriú anuncia temporada de nove meses para compensar pandemia

    Compartilhe

    Dagmara
    Por Dagmara Spautz
    23/02/2021 - 12h19 - Atualizada em: 23/02/2021 - 18h10
    Balneário Camboriú quer supertemporada de 9 meses
    Balneário Camboriú quer supertemporada de 9 meses (Foto: Paulo Silvio Pereira, Divulgação)

    A prefeitura de Balneário Camboriú anunciou uma supertemporada, com nove meses de duração, para compensar as perdas do setor turístico em meio à pandemia. A previsão é otimista: apesar do cenário atual de aceleração da Covid-19, a ideia é que a ‘temporada estendida’ comece em julho e siga até março de 2022.

    > SC terá novas restrições e reforço policial para conter avanço do coronavírus

    > Opinião: SC tem que perder a vergonha de enquadrar o negacionismo com reforço na fiscalização

    Além das datas tradicionais, como Natal, Réveillon e Carnaval, a programação inclui um Festival de Primavera, Festa dos Amigos, festival gastronômico e aposta no esporte, com uma maratona e uma regata internacional, que trará estrelas como o campeão olímpico Torben Grael – de olho na vela, Balneário Camboriú segue o exemplo da vizinha Itajaí, que foi alçada ao calendário mundial do esporte com as regatas.

    > "Está na hora de medidas restritivas", diz secretário de saúde de Florianópolis

    O secretário Municipal de Turismo, Geninho Goes, admite que a data de início da ‘supertemporada’ pode ser interditada pela pandemia. Segundo ele, caso os números da Covid-19 estejam ainda elevados, a programação será adiada.

    - É um plano de nove meses para movimentar a cidade. Nós sabemos que as viagens deram uma paralisada, e que mesmo com todos os protocolos de segurança não estamos em condição favorável para reunir muitas pessoas ainda.

    > SC atinge o número mais alto de internações por covid-19 em UTIs públicas e privadas na pandemia

    A preparação para temporada estendida começa desde já. A Secretaria de Turismo pretende oferecer treinamento para ambulantes e toda a cadeia de atendimento ao turista, em bares, restaurantes, hotéis e comércio.

    - Quando retomar, queremos ser o destino mais preparado para receber os turistas – afirma o secretário. 

    > Gaúchos fecham praias e restaurantes na divisa com SC para conter Covid-19

    Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas