nsc
    nsc

    Pandemia

    Com nível altíssimo de risco, recomendação de lockdown some do 'covidômetro' de Florianópolis

    Compartilhe

    Dagmara
    Por Dagmara Spautz
    16/07/2020 - 15h22
    Covidômetro
    Covidômetro (Foto: Reprodução)

    Quem acompanha o Covidômetro, site da prefeitura de Florianópolis que divulga o nível de risco da pandemia, teve uma surpresa ao perceber nesta quinta-feira (16), que a lista de recomendações sumiu. A retirada coincide com o momento em que a Capital foi classificada em grau altíssimo, o último na escala produzida pela equipe técnica de saúde do município.

    > Carlos Moisés: “É a vez dos municípios assumirem responsabilidade como eu assumi”

    A lista de medidas a serem implementadas incluía o fechamento do comércio, shoppings e academias, suspensão do transporte coletivo, limitação para padarias, que só poderiam atender na porta, e lanchonetes, que só ficariam autorizadas a oferecer tele-entrega, entre outras. Com o sumiço das regras, a prefeitura admite a guinada no modelo de gestão da pandemia, que fez de Florianópolis destaque nacional.

    Parte da lista de restrições que fazia parte do Covidômetro
    Parte da lista de restrições que fazia parte do Covidômetro
    (Foto: )

    A Capital chegou a ter o modelo mais restritivo do Estado, mas baixou a guarda depois que as prefeituras da região decidiram não seguir as mesmas regras. Pressionada, a prefeitura de Florianópolis cedeu.

    > Sete regiões estão em nível gravíssimo de risco para coronavírus em SC; veja quais são

    > SC está entre os Estados do país com maior tendência de alta de mortes por coronavírus

    O prefeito Gean Loureiro disse que a lista que regulava o abre-fecha foi excluída do site na quarta-feira. Segundo ele, será substituída pelo regramento regional, que foi decidido com os demais municípios da Grande Florianópolis na semana passada. Menos restritiva do que as regras estabelecidas pelas equipes de saúde de Florianópolis, a modulação regional mantém as atividades abertas, até segunda ordem.

    > SC tem 8,4 mil pacientes ativos para coronavírus, número mais alto desde início da pandemia

    Gean diz ter avaliado que estabelecer regras específicas para a Capital, sem adesão regional, é “totalmente ineficaz”. Segundo ele, a taxa de isolamento em Florianópolis, no último fim de semana com maiores restrições, ficou em 53%. No final de semana seguinte, com as regras regionais, subiu – ainda que muito pouco.

    - Deu 56%, mas faz diferença – afirma o prefeito.

    Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas