nsc
    nsc

    Política

    Defesa de Moisés diz que novo pedido de impeachment é projeto político-partidário e contrário à democracia

    Compartilhe

    Dagmara
    Por Dagmara Spautz
    08/09/2020 - 17h54 - Atualizada em: 08/09/2020 - 18h03
    Governador Carlos Moisés
    Governador Carlos Moisés (Foto: Secom SC)

    A defesa do governador Carlos Moisés (PSL) emitiu nota em que comenta o novo pedido de impeachment protocolado na Assembleia Legislativa - desta vez, pelos deputados que integraram a CPI dos Respiradores. O advogado Marcos Fey Probst afirmouque a ação serve "apenas para satisfazer projetos político-partidários contrários ao regime democrático e ao interesse do povo catarinense".

    > Deputados protocolam novo pedido de impeachment contra Moisés

    O comunicado reitera a convicção da defesa de que o governador não praticou irregularidades, e afirma que se trata de "mera etapa protocolar, que não acrescenta novos fatos em relação às ações anteriormente já anunciadas".

    A entrega do novo pedido de impeachment foi feita durante a tarde pelos deputados Sargento Lima (PSL) e Ivan Naatz (PL), o presidente e o relator da CPI dos Respiradores. Diferente dos dois pedidos de impeachment que já foram aceitos pela Alesc, esse não inclui a vice-governadora Daniela Reinehr. 

    O texto defende que Moisés teria cometido crime de responsabilidade por negar à CPI que sabia sobre a compra dos equipamentos, e por suposta omissão diante do alerta de órgãos como o Tribunal de Contas do Estado (TCE-SC) acerca das compras com pagamento adiantado.

    Veja a nota da defesa:

    "Com relação à entrega de novo pedido de impeachment realizada nesta terça-feira, 8 de setembro, pela CPI dos Respiradores, a defesa do Governador do Estado avalia que a ação cumpre mera etapa protocolar, que não acrescenta novos fatos em relação às ações anteriormente já anunciadas.

    A defesa se mantém convicta da inexistência de qualquer ilegalidade praticada pelo Chefe do Executivo estadual, reiterando, mais uma vez, a conduta proba e transparente do Governador do Estado no exercício das suas funções públicas.

    A apresentação desse novo pedido de impeachment em nada contribui para o bem-estar e o desenvolvimento do Estado de Santa Catarina, servindo apenas para satisfazer projetos político-partidários contrários ao regime democrático e ao interesse do povo catarinense".

    Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas