nsc
nsc

Economia

Nestlé vai investir R$ 1 bilhão em SC e gerar 2 mil vagas em fábrica de alimentos para pets

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
23/06/2021 - 17h28 - Atualizada em: 23/06/2021 - 17h32
Indústria da Nestlé será instalada em Vargeão, no Oeste
Indústria da Nestlé será instalada em Vargeão, no Oeste (Foto: Shutterstock / Divulgação)

O grupo Nestlé Purina vai investir R$ 1 bilhão em uma indústria de produção de alimentos para cães e gatos em Vargeão, na região Oeste. A instalação da empresa deve abrir duas mil vagas de trabalho em Santa Catarina, diretas e indiretas.

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

O anúncio foi feito pelo governador Carlos Moisés (PSL) nesta quarta-feira (23), após uma reunião com executivos da empresa. Segundo informações divulgadas pelo Governo do Estado, a indústria atenderá o mercado interno e consolidar o Brasil como exportador de produtos para pets.

- O projeto da empresa tem tudo a ver com a vocação econômica da região e com o que acreditamos ser importante para gerar desenvolvimento, emprego e renda: o respeito ao meio ambiente. Estamos felizes com a escolha da empresa pelo nosso estado – disse Moises.

Motociata em Chapecó: gasto de Bolsonaro está na mira da CPI da Covid

A instalação da fábrica será gradativa, em três etapas. A indústria começará produzindo uma linha exclusiva de alimentos úmidos (wet). Mas o parque industrial terá a estrutura dimensionada para ampliações e para incluir, no futuro, novas linhas de produção de alimentos úmidos e secos.

O secretário de Estado da Fazenda, Paulo Eli, e o secretário de Desenvolvimento Econômico, Luciano Buligon, foram designados pelo governador para que deem início às tratativas técnicas para dar suporte à instalação do empreendimento. A data prevista para o início das atividades ainda não foi divulgada.

Ricardo Salles deixa cargo de ministro do Meio Ambiente

Localização estratégica

A Nestlé Purina aposta no crescimento do mercado de produtos pet, que movimentou R$ 27 bilhões no país em 2020 – um crescimento de 21% em relação ao ano anterior. O Brasil já é o segundo maior mercado do mundo.

STF declara Moro parcial em caso de Lula

Marcel de Barros, CEO de Nestlé Purina no Brasil, ressaltou a localização estratégica da nova indústria: a escolha de Vargeão levou em conta a vocação da região Oeste.

- A nova fábrica, pela complementariedade, vai gerar valor para as cadeias produtivas da região com o aumento da demanda por insumos da agroindústria existente.

A indústria terá um conceito ambiental que prevê zero destinação para aterro sanitário, reuso da água proveniente do tratamento de efluentes industriais e fontes renováveis de energia.

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​

Leia também:

Abin nega ter investigado fortuna de Luciano Hang

​O que está por trás do pacote de bondades de Moisés​

​O dia em que o maior serial killer do Brasil foi preso em SC

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas