nsc
nsc

Política

Relator propõe solução inédita para abrir Centro de Eventos de Balneário Camboriú

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
19/11/2021 - 07h41 - Atualizada em: 19/11/2021 - 08h05
Centro de Eventos de Balneário Camboriú
Centro de Eventos de Balneário Camboriú (Foto: Luiz Carlos Souza)

Um Termo de Ajuste de Gestão (TAG), instrumento nunca antes utilizado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-SC), poderá solucionar o impasse que impede a concessão e a abertura do Centro de Eventos de Balneário Camboriú. A proposta foi a sugestão do relator, conselheiro Luiz Eduardo Cherem, para autorizar que o consórcio BC Eventos, que venceu a licitação, assuma a gestão o empreendimento – sem que o Estado precise dar início a um novo processo licitatório.

Receba notícias do Vale do Itajaí pelo WhatsApp

Com impasse na concessão, Centro de Eventos de Balneário Camboriú virou milionário elefante branco

Em agosto, o TCE suspendeu o processo de concessão aberto pelo Governo do Estado questionando a qualificação do consórcio, que é formado por duas empresas, Quality Empresarial Ltda e Insight Gestão e Engenharia. Em sua defesa, o consórcio argumentou que a Quality tem experiência com grandes produções - a empresa faz parte do Grupo Petry, tradicional organizador de eventos na Grande Florianopolis e parceiro da gigante do entretenimento norte-americana Hard Rock. Mas o argumento não alterou a análise da área técnica do TCE, que considerou insanáveis os problemas identificados na licitação.

PF apreende Porsche em Itapema em operação contra tráfico internacional nos portos

A proposta do relator para regularização do consórcio por meio do Termo de Ajuste de Gestão está baseada em duas premissas: regularização e monitoramento. Para regularização, a ideia é que o Grupo Arena Petry passe a responder solidariamente pelo consórcio. Com isso, supriria a exigência de capacidade técnica que, para o TCE, a Quality não atende sozinha.

Aeroporto de Florianópolis é o melhor do país na avaliação dos passageiros

Já o monitoramento prevê que o contrato seja acompanhado de perto pelo Tribunal nos primeiros cinco anos de concessão, por meio da Diretoria de Atividades Especiais (DAE) – área do TCE especializada em análises operacionais. Se não houver nenhum entrave durante esse período, os processos são arquivados, é sanada a irregularidade e a fiscalização passa a ocorrer regularmente, como qualquer outro contrato do Governo do Estado.

Carros de luxo transformados em viaturas da PM em SC são tirados de circulação

E agora?

O TAG, proposto pelo relator, é semelhante a um Termo de Ajuste de Conduta (TAC), já conhecido em acordos já Justiça. Por meio desse instrumento, a Corte de Contas busca meios de corrigir irregularidades administrativas num processo de fiscalização. A proposta de acordo agora precisa ser aceita pelas partes – Santur e consórcio – e também pelo Ministério Público de Contas. Depois, passa pelo plenário do TCE.

Se o TAG for aceito, será a primeira vez que o instrumento será aplicado num processo em SC. A alternativa tem sido usada em TCEs de Minas Gerais, Goiás, Pernambuco, Paraná, Mato Grosso do Sul, Roraima, Espírito Santo, Amazonas e Piauí.

Amin quer audiência para discutir contrato de concessão dos aeroportos

Construído para ser um novo foco de movimentação de turismo e economia em um dos destinos turístico mais procurados do Estado, o Centro de Eventos de Balneário Camboriú custou R$ 139 milhões entre recursos federais, estaduais e municipais. As obras começaram em 2015, e deveriam ter sido entregues em 2017 - mas se estenderam até 2021. 

O empreendimento, que fica às margens da BR-101, é considerado fundamental para aceleração do turismo de negócios e eventos em SC. A estimativa é que, enquanto permanece fechado, o Centro de Eventos deixe de injetar R$ 20 milhões por mês na economia de Santa Catarina.

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz

Leia mais:

Por que o alargamento da praia em Balneário Camboriú atraiu tubarões

Prédio mais alto da América do Sul tem Neymar, Luan Santana e números recordes em Balneário Camboriú

Polêmico, uso de fuzis por Guardas Municipais chega a SC

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas