nsc
nsc

Educação

"Aluno que não voltar para a sala, vai reprovar", anuncia prefeito de Criciúma

Compartilhe

Denis
Por Denis Luciano
22/06/2021 - 07h30 - Atualizada em: 23/06/2021 - 12h57
Município garante segurança nas escolas para os estudantes
Município garante segurança nas escolas para os estudantes (Foto: Divulgação)

Completadas três semanas de volta às aulas presenciais na rede municipal de ensino em Criciúma, o prefeito Clésio Salvaro (PSDB) faz uma avaliação positiva e vai ao ataque. - O aluno que não voltar às salas de aula, vai ser reprovado por faltas - anuncia. Seria uma obviedade, não houvesse a pandemia de Covid-19 a tornar o ensino remoto uma nova realidade consolidada em muitas partes.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

- Lugar de criança é na escola - reforça Salvaro, sempre que pode. O município avalia que 80% dos estudantes retomaram o ensino presencial em Criciúma. São mais de 15,6 mil estudantes de volta nas escolas, ante 20,2 mil matriculados na rede.

> Prefeito de Criciúma anuncia: todas as crianças na escola, hino nacional e pizza

O secretário de Educação do município garante que há segurança para os estudantes. - Calculamos o espaçamento em todas as 65 escolas da rede municipal. Não há aglomerações, tem a triagem na porta da escola com a aferição da temperatura - destaca Miri Dagostim. 

Prefeitura faz busca ativa de ausentes

Os alunos que não estão presentes vêm sendo alvos de buscas ativas pela Secretaria de Educação. - Buscamos saber a situação de cada aluno, há uma parcela de estudantes que não compareceram ao presencial nem aderiram ao remoto. São esses estudantes que queremos saber o paradeiro - salienta o secretário. Em casos extremos de ausência, o Conselho Tutelar é acionado.

O prefeito Salvaro cita uma recomendação encaminhada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) aos prefeitos catarinenses. - O TCE está preocupado, encaminhou recomendações aos municípios para a retomada das aulas. É uma verdadeira vergonha o que estamos vivendo - aponta.

Prefeito tem reforçado convocação para alunos irem para as escolas
Prefeito tem reforçado convocação para alunos irem para as escolas
(Foto: )

Salvaro faz duras críticas ao Sindicato dos Servidores Públicos de Criciúma e Região (Siserp), que lidera o contraponto ao município no incentivo à retomada das aulas presenciais. - É só essa cambada de vadios do sindicato que ficam fazendo campanha para os alunos não voltarem - dispara.

O Siserp respondeu. - Não somos vadios. Acreditamos que a decisão de ir ou não à escola cabe aos pais - rebate a presidente do sindicato e suplente de vereadora em Criciúma, Jucélia Vargas. - O prefeito precisa respeitar o decreto estadual que confirma o direito dos pais, de decidir pela presença ou não dos alunos em sala de aula - salienta.

> Em Criciúma, mais de 20 mil alunos são esperados em aulas presenciais

Quem bateu pé, segue no remoto

Uma mãe de aluno, que preferiu não se identificar, contou que seguem casos de alunos no ensino remoto na cidade. - As mães que quiseram continuar com seus filhos no remoto, continuaram, as que bateram pé - diz. - A pressão deu resultado - observa. 

Mas ela cita casos de escolas onde as mães estariam sendo "coagidas" a colocar seus filhos no presencial novamente. - Uma mãe nos contou que foi na escola para saber se realmente era verdade que tinha que mandar seu filho para a escola, ou se tinha alguma alternativa. A diretora respondeu que era ordem do prefeito, que só ficariam em casa as crianças que precisassem, apresentando atestado médico - conta.

Em recente vinda do governador Carlos Moisés a Criciúma, Salvaro tratou de alunos nas escolas
Em recente vinda do governador Carlos Moisés a Criciúma, Salvaro tratou de alunos nas escolas
(Foto: )

O secretário Miri responde que não há coação. - Não, nós estamos dialogando com os pais, sugerindo a retomada presencial e assegurando que há todas as condições sanitárias para que as crianças estejam nas escolas com segurança - sublinha.

Leia também:

> Em Criciúma, prefeito insiste em alunos na escola e governador despista

> Após tragédia em Saudades, Criciúma aposta em app e tecnologia para proteger escolas

> Pneumologista alerta para salto de 600% nas internações em Criciúma

Denis Luciano

Colunista

Denis Luciano

Jornalista com longa experiência no rádio e no digital, Denis Luciano aborda os principais assuntos do Sul catarinense, uma das regiões mais relevantes no Estado.

siga Denis Luciano

Denis Luciano

Colunista

Denis Luciano

Jornalista com longa experiência no rádio e no digital, Denis Luciano aborda os principais assuntos do Sul catarinense, uma das regiões mais relevantes no Estado.

siga Denis Luciano

Mais colunistas

    Mais colunistas