nsc
nsc

Covid-19

Pneumologista adverte para salto de 600% nas internações em Criciúma

Compartilhe

Denis
Por Denis Luciano
10/06/2021 - 10h55 - Atualizada em: 10/06/2021 - 11h04
Hospital São José é a referência para Criciúma e região
Hospital São José é a referência para Criciúma e região (Foto: Divulgação)

No dia 10 de fevereiro, 40 pacientes estavam internados com Covid-19 em Criciúma. Desses, 20 eram da cidade. Agora, exatos quatro meses depois, são 212 internados, 128 criciumenses. – E estamos há várias semanas assim, com média de 180 a 200 pacientes, e perto de 130 de Criciúma. Se considerar de fevereiro a abril, o salto de pacientes de Criciúma internados foi de 600%, e esse número alto se mantém de abril para cá – aponta o médico pneumologista Renato Matos.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Com base nesses dados, ele adverte que Criciúma ainda não está numa terceira onda, mas sim na segunda. – Estamos mantendo uma segunda onda elevada desde março. Se tivermos um aumento de 20% em cima desse nível elevado de internações, não teremos mais onde colocar pacientes – calcula o médico, sem esconder a preocupação. – O máximo de internações em Criciúma foi de 230 a 240 pacientes, no pico anterior – lembra Matos.

Prefeitura instalou um Hospital de Retaguarda no distrito do Rio Maina
Prefeitura instalou um Hospital de Retaguarda no distrito do Rio Maina
(Foto: )

> Vacina contra Covid da Pfizer chega a 244 cidades de SC

A ocupação de leitos SUS

Conforme a Secretaria de Estado da Saúde, Criciúma conta com 35 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), via Sistema Único de Saúde (SUS), para pacientes com Covid-19 no Hospital São José, e todos estão ocupados. No Hospital de Retaguarda do Rio Maina, um dos dez leitos está desocupado, e no Hospital Materno Infantil Santa Catarina há um leito de UTI Covid, que não se encontra ocupado.

No sul do estado, o índice de ocupação está em 95,95%. No Hospital Sâo Donato, em Içara, são nove leitos ativos para Covid, e um não encontra-se ocupado. No Hospital Regional de Araranguá, 100% dos 39 leitos de UTI Covid encontram-se com pacientes. No Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão, três dos 17 leitos estão desocupados. No Hospital de Caridade de Laguna são dez leitos, todos com pacientes, enquanto no Hospital São Camilo de Imbituba nove dos dez leitos de UTI Covid encontram-se ocupados.

Internações em Criciúma

Dos 212 pacientes hospitalizados em Criciúma, 128 são da cidade e 64 de outros municípios. Dos casos confirmados para Covid-19, 60 estão em leitos de UTI, entre privados e SUS, e desses são 34 de Criciúma e 26 de outras cidades. Ainda entre confirmados, 140 encontram-se em leitos clínicos, sendo 86 de Criciúma e 54 de outras origens.

Há, ainda, um caso suspeito para Covid, de Criciúma, internado em UTI, e 11 suspeitos em leitos clínicos, sete de Criciúma e quatro de outras cidades.

> Empresários com viagem marcada "escolhem vacina"

Os números da cidade

Criciúma contabiliza 733 casos ativos de Covid-19 conforme o relatório do fim da tarde desta quarta-feira (10). São 33.220 casos confirmados desde o início da pandemia, sendo que 31.975 já estão recuperados. A cidade já contabilizou 527 óbitos.

Leia também:

> Covid-19: mapas mostram dados de mortes e da vacina em SC

> Pfizer, Coronava e Astrazeneca: SC distribui 230 mil doses em um dia

> Covid-19: O dia com mais mortes em Criciúma

Denis Luciano

Colunista

Denis Luciano

Jornalista com longa experiência no rádio e no digital, Denis Luciano aborda os principais assuntos do Sul catarinense, uma das regiões mais relevantes no Estado.

siga Denis Luciano

Denis Luciano

Colunista

Denis Luciano

Jornalista com longa experiência no rádio e no digital, Denis Luciano aborda os principais assuntos do Sul catarinense, uma das regiões mais relevantes no Estado.

siga Denis Luciano

Mais colunistas

    Mais colunistas