nsc
nsc

Investimento

Em segunda etapa do binário, Criciúma ganha primeiro viaduto

Compartilhe

Denis
Por Denis Luciano
26/09/2021 - 16h54 - Atualizada em: 26/09/2021 - 16h55
Elevado da Desembargador Pedro Silva vai descongestionar trânsito de Criciúma
Elevado da Desembargador Pedro Silva vai descongestionar trânsito de Criciúma (Foto: Decom / Reprodução)

Deixar a área central de Criciúma pela Rua Desembargador Pedro Silva nos finais de tarde testa a paciência de qualquer motorista. Pior para os moradores do setor onde se encontram os bairros Comerciário, Michel e São Luiz. É para melhorar essa região, e impactar bastante o trânsito, que a prefeitura entregou, neste sábado (25), a ordem de serviço para a segunda etapa das obras do binário da Avenida Santos Dumont.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

- Com esse investimento, faremos o primeiro viaduto de Criciúma - anunciou o prefeito Clésio Salvaro (PSDB). De fato, quem hoje fica trancado em uma rótula no encontro da Desembargador Pedro Silva com a Imigrantes Poloneses, Santos Dumont e Rodovia Luiz Rosso contará com um elevado que fará o trânsito fluir em todos os sentidos, sem paradas.

- É obra integrante do binário da Santos Dumont, uma obra extraordinária que vai melhorar o trânsito daquela região e de toda a cidade - detalhou Salvaro. O investimento, de R$ 16,6 milhões, sai do papel nos próximos dias e compõe uma das muitas intervenções previstas no Fonplata 1, uma captação internacional de 17,2 milhões de dólares que a prefeitura de Criciúma fez.

Local onde há rótula e engarrafamentos vai ganhar o viaduto
Local onde há rótula e engarrafamentos vai ganhar o viaduto
(Foto: )

> Uma ação judicial no caminho do novo binário de Criciúma

Caminho livre sob a Luiz Rosso

Nessa mesma etapa, além do viaduto, será construída uma trincheira sob a Rodovia Luiz Rosso, que ligará as ruas Carlos Pinto Sampaio e Fioravante Benedet, uma das alças do binário em construção. A primeira etapa já avança, e bem adiantada, pela Avenida Santos Dumont, que será a outra alça do sistema que descongestionará a região. 

- Essas obras são um divisor de águas, representando mais infraestrutura, mais mobilidade, logística melhorada e valorização dos imóveis, além de incremento do comércio - projetou Salvaro. De fato, a Santos Dumont reúne um forte cinturão comercial que se via impactado por uma avenida antiquada, acanhada e esburacada, além de mal iluminada e carente de espaços para estacionar. Se os empreendedores da região perderão os dois fluxos (pela atual avenida passará o trânsito em um sentido, do Norte para o Sul de Criciúma), eles ganharão espaço, estrutura, vias mais largas, trânsito organizado e, claro, o natural embelezamento da região.

A trincheira que passará sob a Rodovia Luiz Rosso
A trincheira que passará sob a Rodovia Luiz Rosso
(Foto: )

> Os amantes dos pedais em busca de espaço nas estradas do Sul catarinense

Um ano e meio de obras no viaduto

A previsão é de 18 meses de obras na implantação do viaduto, com grande impacto no trânsito local, que sofrerá ao menos 1 ano com ajustes e desvios para a operação do canteiro de obras. Além de não parar mais para sair da cidade pela Desembargador Pedro Silva em direção à Luiz Rosso (que é o acesso Centro de Criciúma à BR-101) os condutores terão fluxo constante no sentido Norte-Sul pela Imigrantes Poloneses em direção à Santos Dumont e farão o fluxo oposto pela Carlos Sampaio, usando a trincheira também anunciada nesta fase da obra, passando sob a Luiz Rosso fazendo o sentido Sul-Norte, do bairro São Luiz em direção ao bairro Próspera.

Ordem de serviço entregue pelo prefeito Salvaro neste sábado
Ordem de serviço entregue pelo prefeito Salvaro neste sábado
(Foto: )

- Essas obras todas possibilitarão a passagem de veículos sem intervenções, o que irá facilitar os acessos e permitir novos trechos de desenvolvimento naquela região - destacou o secretário municipal de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana, Tita Belloli.

Leia também:

> Em ato no Sul, PSD reforça liderança de Julio Garcia

> Os primeiros passos do agora profissional Caravaggio Futebol Clube

> A cada três mortes, dois não se vacinaram em Criciúma

Denis Luciano

Colunista

Denis Luciano

Jornalista com longa experiência no rádio e no digital, Denis Luciano aborda os principais assuntos do Sul catarinense, uma das regiões mais relevantes no Estado.

siga Denis Luciano

Denis Luciano

Colunista

Denis Luciano

Jornalista com longa experiência no rádio e no digital, Denis Luciano aborda os principais assuntos do Sul catarinense, uma das regiões mais relevantes no Estado.

siga Denis Luciano

Mais colunistas

    Mais colunistas