O presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc) anunciou nesta segunda-feira (16), em Criciúma, a volta do fomento para a retomada de eventos nas áreas de ciência, tecnologia e inovação. Fábio Zabot Holthausen relatou o relançamento do Proeventos, programa que oferece recursos para apoiar iniciativas que acabaram abortadas nos últimos meses, por consequência da pandemia de Covid-19.

Continua depois da publicidade

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

– Estamos relançando. Tivemos ele em 2019, suspendemos etapas em 2020 e depois cancelamos pela pandemia em 2020 e agora vamos relançar, para retomar com todos os cuidados, os protocolos, para eventos. Temos um pouco mais de liberdade para eventos – referiu Holthausen. – Para que o pessoal possa estar planejando os seus eventos e submetendo à Fapesc – emendou. O lançamento oficial da novidade deve acontecer nos próximos dias.

No mais recente edital lançado via Proeventos, ainda em 2020, foram disponibilizados R$ 975 mil para fomentar eventos em quatro faixas: locais e regionais (até R$ 15 mil), estaduais (até R$ 25 mil), nacionais (até R$ 35 mil) e internacionais (até R$ 50 mil). – São eventos de ciência, tecnologia e inovação, de difusão de conhecimento, de conexão entre setores empresarial, governamental e educativo, de colocação de resultados de pesquisas, de conexão e inovação – definiu o presidente.

Holthausen sublinhou que a intenção é realizar os primeiros eventos do segmento já a partir de novembro. – Fizemos um cronograma bem enxuto para poder já contemplar eventos a partir de novembro, é ideia que os eventos de novembro e dezembro já estejam integrados e depois vai ter uma outra etapa para o segundo semestre de 2022 – explicou.

Continua depois da publicidade

O presidente da Fapesc lembrou, ainda, que há uma demanda reprimida, o que deve colaborar para a aparição de muitos projetos em busca do fomento. – Com certeza. Até visando atender a essa demanda reprimida temos tentado alocar recursos mais significativos, ainda não tenho o valor final pois estamos revisando. As pessoas estão querendo, o evento híbrido continuará mas o presencial gera conexões, e teremos muitos eventos bacanas, com a transmissão que veio para ficar – relacionou. Ele salientou que todos os protocolos de saúde deverão ser respeitados e garantidos para a liberação dos eventos. – Os demandantes terão que seguir os protocolos do Estado e do Município onde ocorrerá – emendou.

> Entre estados do Sul, SC é o que menos recebe dinheiro da União

Evento de Criciúma tentou se candidatar

Logo após o anúncio, o representante da Fapesc foi questionado pela diretora-executiva da Associação Empresarial de Criciúma (Acic), Maria Julita Volpato Gomes, sobre a possibilidade de um apoio à quinta edição da Expomais, principal evento de conteúdo em gestão da região, que será realizado de 26 a 28 de outubro. Holthausen explicou que, desta vez, não será possível, já que só poderão ser incluídas na retomada do Proeventos iniciativas que ocorrerem de novembro em diante. 

Holthausen com a reitora da Unesc, Luciane Ceretta, no evento em que anunciou a volta do Proeventos
Holthausen com a reitora da Unesc, Luciane Ceretta, no evento em que anunciou a volta do Proeventos (Foto: Milena Nandi / Unesc)

Holthausen fez o anúncio da retomada do Proeventos enquanto participava de um ato na Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc). No evento, foi lançada a On, uma plataforma remota organizada pelo Sistema Acafe, das universidades comunitárias, visando o cadastro de demandas relacionadas a conhecimento e inovação em Santa Catarina.

Leia também:

> Queda de idoso em bueiro chama atenção para obras em Criciúma

> Prefeitura conclui que ninguém furou a fila da vacina em Criciúma

> A esquerda catarinense na missão de afinar um palanque

Destaques do NSC Total