nsc
nsc

Resultados

Estatal de pesquisa lança 21 tecnologias em SC

Compartilhe

Estela
Por Estela Benetti
20/05/2021 - 05h00
Produção da fruta pitaia, no Sul de Santa Catarina, contou com pesquisa da Epagri
Produção da fruta pitaia, no Sul de Santa Catarina, contou com pesquisa da Epagri (Foto: Epagri, Divulgação)

O balanço social 2020 da Epagri, empresa de pesquisa agropecuária e extensão rural de Santa Catarina, informa que o conjunto de atividades da companhia gerou retorno de R$ 6,92 bilhões para a sociedade, o que significa R$ 6,92 para cada real investido. Segundo o relatório, foram lançadas 21 novas tecnologias, realizados 340 projetos de pesquisas e 105 mil atendimentos para propriedades rurais. 

Receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp

Para chegar ao retorno de R$ 6,9 bilhões, foram considerados impactos econômicos de aumento de produtividade, redução de custos, expansão de novas áreas de cultivo, agregação de valor, impactos sociais e ambientais de cada tecnologia da empresa. Segundo a presidente da Epagri, Edilene Steinwandter, esse é o retorno que a empresa proporciona para os catarinenses.

Projeto na Alesc autoriza setor privado comprar vacina contra Covid

Um dos trabalhos da Epagri é a colaboração aos agricultores para acessar crédito. No ano passado, forma 6 mil beneficiados em 292 municípios. Foram emitidas mais de 19 mil declarações de aptidão ao Pronaf (DAPs) no Estado. Entre as pesquisas que viraram realidade na produção catarinense mais recentemente está a cultura da pitaia. Um dos locais onde a cultura avançou mais é o Sul do Estado.

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Mais colunistas

    Mais colunistas