nsc
nsc

Tendência

Índice mostra que industrial de SC está confiante na retomada do crescimento

Compartilhe

Estela
Por Estela Benetti
19/08/2021 - 10h59
Setor industrial está confiante na continuidade do crescimento econômico
Setor industrial está confiante na continuidade do crescimento econômico (Foto: Lucas Corrêa, BD)

Confiante nos impactos positivos das vacinas e sem medo de estragos maiores da variante Delda da Covid-19, o industrial catarinense vê continuidade no crescimento econômico, por isso, pode investir e produzir mais. É isso que indica o resultado do Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI), apurado pela Federação das Indústrias do Estado (Fiesc). Em agosto, o indicador chegou a 65,6 pontos, um pouco acima do nacional, que ficou em 63,2 pontos. Desde abril, esse índice teve quatro altas em SC, com acréscimo de 8,4 pontos percentuais.

Receba as principais informações de Santa Catarina pelo Whatsapp

O presidente da Fiesc, Mario Cezar de Aguiar, observa que diversos indicadores apontam a retomada do crescimento econômico. Entre os efeitos disso estão problemas de oferta de matérias-primas e pressões de custos, mas o avanço das vacinas está impulsionando o consumo, observa o empresário.

Tanto no Brasil, quanto em SC, mais de 55% da população tomou a primeira dose da vacina contra Covid. O cenário econômico indica maior crescimento de atividades este ano e menor em 2022, principalmente em função de problemas políticos e fiscais.

Leia também

Banco Comunitário chega ao bairro Frei Damião, em Palhoça, com moeda digital

Federação das Unimeds SC constrói sede própria em Joinville

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Mais colunistas

    Mais colunistas