nsc
    nsc

    Lummertz vai priorizar linha de R$ 5 bilhões do BNDES para o turismo

    Compartilhe

    Estela
    Por Estela Benetti
    09/04/2018 - 21h37 - Atualizada em: 09/04/2018 - 21h39
    Lummertz
    (Foto: )

    O presidente Michel Temer acertou ao escolher o presidente da Embratur, o catarinense Vinicius Lummertz, para comandar o Ministério de Turismo. Apaixonado pelo setor e entusiasmado com o potencial do turismo brasileiro, o empresário Lummertz tem perfil técnico, experiência com empreendedorismo na área, conhecimento internacional e projetos para abrir mais as portas do país aos visitantes internacionais. O novo ministro informa que uma das prioridades será a liberação de linha de crédito de R$ 5 bilhões do BNDES em parceria com o ministério para investimentos no setor. 

    Outro plano é uma aproximação maior da pasta com o Sebrae visando formação de empreendedores e profissionais do setor para a gestão de negócios. Também promete trabalhar para que o projeto de lei que transforma a Embratur em agência de promoção turística seja aprovado pelo Congresso Nacional. 

    Segundo Lummertz, para Santa Catarina, uma prioridade é concluir o Centro de Eventos de Balneário Camboriú e ampliar a área de areia da praia principal de Balneário. Ele adianta que outros projetos para o Estado serão discutidos com governador Eduardo Moreira e lideranças do PMDB, entre as quais o presidente do partido, Mauro Mariani, o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro e parlamentares. No Norte, Mariani defende a conclusão da rodovia de Balneário Barra do Sul até Araquari, na BR-101.

    Como presidente da Embratur, o catarinense se destacou na promoção das atrações turísticas brasileiras no exterior, na projeção da Olimpíada Rio 2016 e viabilizou vistos eletrônicos para visitantes dos principais países emissores de turistas ao Brasil. 

    Leia mais publicações de Estela Benetti

    Veja também:

    Venda de imóveis e o ritmo da economia

    Nosso público a pé está na faixa de 80%", diz diretor do Beiramar

    Segue impasse na BRF

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas