O setor turístico de Santa Catarina, um dos mais diversificados do Brasil, alcançou no ano passado geração de riqueza de R$ 33 bilhões, o equivalente a 12% do Produto Interno Bruto do Estado. A estimativa é o destaque do Diagóstico Econômico e Plano de Retomada do Turismo Catarinsense, uma detalhada publicação elaborada pela Santur, com 55 páginas, para informar a força do setor e motivar a retomada gradativa das atividades com os cuidados frente à Covid-19.

Continua depois da publicidade

Entre os números apresentados estão, a recepção de 16,3 milhões de turistas e arrecadação de R$ 630 milhões em ICMS no ano passado. Estatísticas de 2018 registraram em SC 160 mil empregos diretos no setor, com mais de 100 mil empresas em operação. A publicação destaca o PIB turístico nas quatro estações, confirmando a maior participação do verão, com geração de R$ 18,3 bilhões, seguido pelo inverno com R$ 8,4 bilhões, primavera R$ 3,2 bilhões e outono R$ 3,1 bilhões.

: Em site especial, saiba mais sobre o coronavírus

O presidente da Santur, Leandro “Mané” Ferrari, que assumiu a pasta justamente no dia em que o governador Carlos Moisés decretou o lockdown para prevenção à Covid-19 no Estado, afirma que essa publicação é uma das ações para chamar a atenção ao setor que tem forte impacto econômico e movimenta 52 atividades. Segundo ele, em função do novo coronavírus, a Santur trabalha intensamente para ajustar setores às normas de prevenção à saúde.

O isolamento, nas primeiras semanas, causou queda de 85% da receita do setor, mas o fato de acontecer no outono, justamente a fase de menor atividade turística do Estado, causa perdas totais menores, no geral.

Continua depois da publicidade

Uma das ações para apoiar o setor turístico nessa retomada da economia, prevista no diagnóstico, é o lançamento do programa Viaje Mais SC. Segundo Mané Ferrari, a Santur vai lançar um site nas próximas semanas onde as empresas do setor podem apresentar seus negócios e fazer vendas, incluindo a oferta de descontos. Também será lançado o selo Viaje Mais SC, que indicará aos visitantes que aqueles estabelecimentos estão seguindo as normas de segurança frente à Covid-19 estabelecida pelos órgãos de saúde do Estado e do país.

Para retomar o setor de eventos, ainda estão sendo avaliadas regras e condições gerais. Há um decreto estadual que prevê para dia 5 de julho a retomada, mas dependerá de cada região do Estado ou município, explica Ferrari.

Segundo ele, a Santur vai dar atenção especial para eventos porque eles movimentam dezenas de atividades econômicas e geram relevante receita financeira. Os maiores eventos em SC movimentam, em média, R$ 15,3 milhões e os médios, R$ 2,6 milhões. O setor também gera cerca de 15 mil empregos diretos e a geração de negócios anual movimenta R$ 1,5 bilhão.

Foto
Prêmios destacam produtos e serviços de SC (Foto: Diagnóstico Santur, Reprodução)

Santa Catarina foi eleita 12 vezes como o melhor Estado para se viajar no país, segundo pesquisa da revista Viagem & Turismo e conforme o rankind do Centro de Liderança Pública (CLP), é o segundo melhor Estado em competitividade. Além de uma população hospitaleira descendente de mais de 50 etnias, SC tem uma galeria de prêmios relativos a produtos e serviços diferenciados que surpreendem. São daqui, por exemplo, o melhor mel do mundo e a terceira melhor água mineral do mundo. Veja uma mostra parcial na foto acima.

Continua depois da publicidade

Leia mais: Como a menor taxa básica de juros do país impacta na sua vida

Destaques do NSC Total