A colheita da safra da maçã 2023-2024 está em andamento, com projeção de volume menor de produção em função das chuvas que atingiram o país e o Estado em 2023. A projeções em Santa Catarina, feitas pela Epagri-Cepa, são de produção 11% menor frente a safra anterior e os preços ao consumidor já estão mais caros.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp 

Avaliação nas regiões produtoras apontam que SC vai colher aproximadamente 500 mil toneladas, frente a 557 mil toneladas na safra anterior. Em função da oferta menor, os preços já estão mais caros. O quilo da fruta de qualidade superior, a maior e mais perfeita, em São Joaquim, já está entre R$ 9,00 e R$ 10,00 na lavoura. Como há um acréscimo do varejo de 30% a 40%, o custo ao consumidor final está em torno de R$ 12,00 ou mais.

O produtor Antônio César Kock, de São Joaquim, que atua há mais de 20 anos na Ceasa de SC, em São José, alerta que a quebra na produção na região é bem maior do que a estimada pela Epagri.

Segundo ele, os produtores falam em redução de 30% a 40% frente ao projetado. Ele revela que numa das propriedades dele, a quebra devido às chuvas chegou a 80% da produção.

Continua depois da publicidade

Antônio Kock explica que se a safra tivesse sido normal, sem as perdas com as chuvas, causadas principalmente pela falta de polinização, o preço dessa maçã de alta qualidade estaria em R$ 5,00 por quilo ao produtor e chegaria ao consumidor a R$ 7,00 por quilo.

Quanto menores as frutas ou com algum tipo de defeito, os preços a consumidor caem também. No caso desses produtos, que também são de qualidade, o consumidor pode pagar menos, até R$ 5 por quilo.

A alta dos preços da maçã aparece na ampla pesquisa do Índice de Custo de Vida (ICV) calculado pela Udesc Esag em Florianópolis. Em dezembro, o preço médio da fruta subiu 3,58% e em janeiro, 6,20%.

Turismo na colheita da maçã

Neste período de colheita da maçã, muitas propriedades abrem os portões para o turismo da colheita da fruta, tanto na região de São Joaquim, quanto na região de Fraiburgo. O produtor Antônio Kock é um dos que recebem turistas nos fins de semana.

Continua depois da publicidade

Em Fraiburgo, a rede hoteleira conta com programas especiais. Uma as empresas que oferecem isso é o tradicional Hotel Renar. Um detalhe da safra deste ano, também, é que os frutos estão menores, principalmente a variedade Gala, porque teve pouco sol.

Leia também

Empresa centenária de SC inicia venda de produtos do BBB 24

Guga e CEO de empresa de investimentos inauguram escritório em Florianópolis

Economia de SC cresceu mais do que a brasileira em 2023, mostra o IBGE

“Mercado de trabalho está muito atrasado na inclusão de profissionais 50+, diz especialista

Acertos e erro de Abilio Diniz como conselheiro de empresas de SC

Destaques do NSC Total