nsc
nsc

Carteira assinada

Santa Catarina abre 32.077 novos empregos em janeiro, informa o Caged

Compartilhe

Estela
Por Estela Benetti
16/03/2021 - 13h50 - Atualizada em: 16/03/2021 - 20h00
SC foi o segundo estado que mais abriu vagas em janeiro
SC foi o segundo estado que mais abriu vagas em janeiro (Foto: Cleber Gomes, NSC, BD)

Novamente com impulso maior da indústria, Santa Catarina conseguiu criar em janeiro 32.077 novos postos de trabalho formais. Isso depois de alcançar o maior saldo estadual do país em 2020, de 53.050 novas vagas, mesmo tendo registrado a tradicional queda em dezembro, quando fechou 12.970 postos de trabalho. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia, que informou também saldo positivo recorde para o Brasil em janeiro, de 260.353.

Blumenau é a terceira cidade de SC que mais criou novos empregos em janeiro

O resultado de SC foi o segundo melhor do país em janeiro, atrás apenas de São Paulo, que gerou 75.202 novas vagas. O Rio Grande do Sul criou 27.168, o Paraná, 24.342, Minas Gerais, 25.617 e Bahia, 15.049. O Rio de Janeiro, em função da pandemia, teve saldo negativo de 44 vagas.

Indústria lidera criação de empregos em Joinville na largada de 2021

Em Santa Catarina, o setor industrial criou 19.885 novas vagas. Em segundo lugar ficaram os serviços com 6.067 vagas, a pecuária abriu 3.670, e o setor de construção civil, 3.533. O comércio foi o único grande setor com saldo negativo, tendo perda de 1.078 vagas. Em janeiro do ano passado, SC criou 29.523 novas vagas, um saldo parecido com o deste ano. 

A distribuição de novos postos de trabalho em Santa Catarina foi equilibrada na maioria das regiões em janeiro. O único grande município com maiores dificuldades para gerar novos postos de trabalho em função da pandemia é Florianópolis. Em janeiro, a Capital teve saldo positivo de 222 vagas puxado pelos serviços, que abriram 386 enquanto o comércio fechou 414.

Santa Catarina lidera geração de emprego entre os estados do Brasil em 2020

Desta vez, a liderança em novas vagas ficou com o município de Fraiburgo, capital da maçã, que contratou 1.881 trabalhadores. Desses, 1.706 foram para os pomares de macieiras, a maioria para emprego temporário. Joinville ficou quase empatada ao criar 1.876 novos empregos e Blumenau também ficou perto, com saldo de 1.813 vagas. Na sequência, vieram cidades de referência em SC, que mais abriram vagas: Chapecó (1.019), Itajaí (881), Jaraguá do Sul (851), Palhoça (751), Brusque (665), São Bento do Sul (649), São José (508), Criciúma (456), Balneário Camboriú (410), Concórdia (408) e Lages (396).

A indústria do Estado se destacou mais uma vez na criação de vagas porque a maioria dos setores teve expressivo aumento de atividade em janeiro frente ao mesmo mês de 2020, o que demandou mais contratações. Entre os setores industriais que mais elevaram a produção em janeiro frente ao mesmo mês de 2020, segundo o IBGE, estão confecções, têxtil, máquinas e equipamentos, metalurgia, veículos e reboques, borracha e plástico.

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Mais colunistas

    Mais colunistas