nsc
nsc

Expansão

SC lidera crescimento do varejo ampliado em julho, apura o IBGE

Compartilhe

Estela
Por Estela Benetti
10/09/2021 - 12h15
Comércio de SC surpreende positivamente em julho
Comércio de SC surpreende positivamente em julho (Foto: Diorgenes Pandini, NSC, BD)

O comércio de Santa Catarina fechou o mês de julho com um dos melhores desempenhos do Brasil. No varejo ampliado, que inclui veículos e materiais de construção, o Estado obteve o maior crescimento nacional em volume, com alta de 6,7% frente ao mês anterior, na série com ajuste sazonal. E no varejo restrito, também em volume nessa mesma série, cresceu 14,5%, só atrás do Amazonas, que ficou em 17,5%. Os dados são da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) do IBGE, divulgada nesta sexta-feira.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

No acumulado do ano até julho, o comércio de SC cresceu 5,4% e nos últimos 12 meses, 6,7%. Em receita nominal, SC cresceu 13,3% frente ao mês anterior e 30,6% em relação ao mesmo período de 2020. O varejo nacional fechou julho com alta de 1,1% frente ao anterior em volume, com ajuste sazonal e no varejo ampliado cresceu 1,1% na mesma comparação.

Em Santa Catarina, as maiores altas em julho ante o mesmo mês de 2020 foram registradas em livros jornais e revistas (40,9%), veículos e peças (37,8%), materiais para escritório (12,9%), combustíveis e lubrificantes (11,5%), tecidos vestuário (10,4%) e outros artigos de uso pessoal de doméstico (141%). Tiveram quedas as vendas de eletrodomésticos (-8,6%), móveis (-5,2%), materiais de construção (-3,5%) e supermercados e hipermercados (-3,1%).

O resultado catarinense acima da média está em sintonia com o que a Secretaria de Estado da Fazenda tem registrado na arrecadação de ICMS, com crescimentos positivos nos últimos meses, inclusive nas comparações com meses anteriores. Entre os fatores que pesam para a maior demanda no Estado estão o avanço da vacinação contra a Covid-19, alta taxa de emprego, maior demanda das famílias porque estão viajando menos e pagamento de auxílios emergenciais. O ritmo do varejo pode cair nos próximos meses em função da inflação alta e crise hídrica.

Leia também

PIB de SC cresce 9,1% em 12 meses, estima Secretaria de Desenvolvimento

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Mais colunistas

    Mais colunistas