nsc
nsc

DINHEIRO PARA TI

Sebrae triplica investimento em inovação, diz presidente Melles em SC

Compartilhe

Estela
Por Estela Benetti
06/08/2022 - 12h13
Elisete Pereira, Imagem e Arte, Divulgação
Presidente do Sebrae nacional, Carlos Melles, fala no Startup Summit, em Florianópolis (Foto: Elisete Pereira, Imagem e Arte, Divulgação)

Diante dos novos desafios impostos pela pandemia, o Sebrae nacional mais do que triplicou os investimentos para impulsionar micro e pequenas empresas das áreas de tecnologia e inovação. A informação é do presidente da instituição, Carlos Melles, que participou do Startup Summit em Florianópolis. Segundo ele, a cifra anual é de R$ 400 milhões. O Sebrae/SC informa que no Estado chega a R$ 60 milhões.

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

- A pandemia agudizou a necessidade de trazer conhecimento através da ciência e tecnologia. Portanto, nossos investimentos não dobraram, mais do que triplicaram. Hoje, temos perto de R$ 400 milhões investidos nessa área de inovação em mais de cinco a seis programas no Brasil todo, desde a área das startups até dentro das universidades, nos programas de mestrado e doutorado, empreendedorismo e inovação – disse Melles para a coluna, ao destacar que a instituição quer ser vista como agência inovadora.

Também em função dos impactos da pandemia, o Sebrae/SC ampliou os investimentos em startups e inovação. As iniciativas somam aproximadamente R$ 60 milhões por ano em diversos programas, informa o gerente de Inovação e Empreendedorismo, Jefferson Reis Bueno.

Um dos programas é o Rede de Agentes, com foco em produtividade da micro e pequena empresa, que está com um orçamento de R$ 20 milhões. E o programa Sebraetec, que oferece subsídio de 70% para consultorias em tecnologia e inovação conta com R$ 30 milhões.

Além disso, segundo Bueno, o Sebrae/SC investe mais R$ 10 milhões em diversos projetos, incluindo eventos, entre os quais o Startup Summit, capacitações de startups e projetos voltados para incubadoras.

- Este ano de 2022, em função da pandemia, tivemos que fazer um reposicionamento para eu as empresas pudessem acelerar seu processo de transformação digital. Aí alocamos recursos de modo que as empresas pudessem buscar consultorias voltadas à tecnologia para que pudessem virar essa chave que é muito importante até para a sobrevivência delas no mercado – explica Bueno.

Elisete Pereira, Imagem e Arte, Divulgação
Na fila de autoridades do Startup Summmit o prefeito de Florianópolis Topazio Neto (E), ministro do MCTI Paulo Alvim, senador Jorginho Mello, presidente do Sebrae Carlos Melles, superintendente do Sebrae SC Carlos Henrique Fonseca, presidente do conselho do Sebrae SC Alaor Tissot e o conselheiro do Sebrae nacional José Zeferino Pedrozo
(Foto: )

Mais dinheiro para tecnologia

O Startup Summit estampou um pouco o cenário mundial, que está preocupado com a queda da oferta de capital ao setor. O problema é menor no Brasil e ainda menor em SC, mas o tema “recursos” foi destaque no evento, que apesar de ser às vésperas da campanha eleitoral, teve baixa presença de políticos na abertura. O único pré-candidato (agora candidato) a governador de SC foi Jorginho Mello (PL) que, como presidente da Frente Parlamentar da Pequena Empresa, acompanhou Carlos Melles.

Enquanto Carlos falou dos R$ 400 milhões para pequenas empresas, o ministro da Ciência e Tecnologia destacou que a pasta tem R$ 9 bilhões para investir este ano. Desse total, R$ 4,5 milhões são não reembolsáveis e do total de reembolsável, o governo estuda medidas para emprestar R$ 1 bilhão com apoio do Sebrae. 

A situação da oferta de recursos mais restrita por parte de investidores privados ao setor foi um dos temas mais debatidos nos bastidores do Startup Summit e em reuniões paralelas de empresários. 

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Mais colunistas

    Mais colunistas