Blumenau fez duas reivindicações ao ministro dos Transportes, Renan Filho (MDB), durante a visita ao viaduto do Badenfurt, nesta terça-feira (27). Ambas estão fora do contrato de duplicação da BR-470, o que o cotidiano da rodovia prova ter sido um erro.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp

O prefeito Mário Hildebrandt (Podemos) solicitou uma passagem inferior no Badenfurt para conectar as ruas Bernardo Scheidemantel e Teodoro Nuss. Elas servem de alternativa ao atual trevo, mas perderão essa função com as pistas duplas. A futura conexão permitiria a passagem de veículos leves e ônibus urbanos.

Viaduto em Gaspar e 1,5 quilômetro de duplicação em Indaial são liberados na BR-470

Outro pedido foi apresentado pela direção do Instituto Federal Catarinense (IFC), cujo campus fica às margens do futuro viaduto. A unidade de ensino está preocupada com a falta de uma passarela no projeto de duplicação. Os cerca de 1,4 mil estudantes já se arriscam para atravessar a pista simples. Quando duplicada, a situação ficará insustentável.

Continua depois da publicidade

Renan Filho prometeu delegar soluções ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). Disse que entregará ao IFC o número do protocolo da solicitação para que a comunidade possa acompanhar e cobrá-lo. Quanto à passagem de veículos reivindicada pelo prefeito, que deve custar entre R$ 6 milhões e R$ 7 milhões, a prefeitura já está em contato com a superintendência do DNIT no Estado para discutir saídas.

Receba textos e vídeos do colunista Evandro de Assis direto do Whatsapp

Leia também

Região de Blumenau deixará de falar na duplicação da BR-470 em dois anos, diz ministro

Blumenau elege um culpado pelo baixo número de passageiros nos ônibus

Quando o DNIT espera terminar a duplicação da BR-470, a “bola da vez” das obras em SC

Quanto custaria para Blumenau oferecer ônibus de graça à população

Destaques do NSC Total