Uma década depois, a duplicação da BR-470 é, finalmente, “a bola da vez” em Santa Catarina. Mesmo assim, com aumento no volume de recursos e de frentes de trabalho, três anos ainda devem ser necessários para a conclusão. A previsão é do superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Alysson Andrade, que na quinta-feira (22) conversou com a coluna diante do viaduto em construção no Badenfurt.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp

Andrade assumiu a chefia do DNIT no Estado, de maneira interina, em maio de 2022, durante o governo Jair Bolsonaro (PL). Foi efetivado na gestão Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e nesta terça-feira (27) vai ciceronear o ministro dos Transportes, Renan Filho (MDB), em nova visita à rodovia do Vale do Itajaí. Animado com o avanço das obras, ele é cauteloso em cravar uma data para terminar a duplicação.

— Eu acredito em terminar neste ciclo de governo (2026). É possível antecipar? Eu acho que sim, nós vamos trabalhar para isso — afirmou.

Se 2024 repetir o orçamento folgado deste ano, em que a BR-470 terá, sozinha, quase R$ 224 milhões, a população da região deixará de conviver com uma obra de duplicação a partir de 2025. Restarão viadutos isolados em obras, mas a “grande linha”, como diz o chefe do DNIT, estará pronta.

Continua depois da publicidade

As desapropriações continuam sendo o maior obstáculo. Falta comprar pouco mais de 100 imóveis, quase todos nos lotes 3 e 4. Para agosto já estava previsto outro mutirão junto à Justiça Federal. Andrade confirmou a realização, até o fim do ano, de um segundo esforço concentrado para abrir frentes de obra.

Outro fator de atraso neste momento é a tubulação da SCGás. Nos trechos onde é preciso transferir os tubos para a passagem das obras, o DNIT tem de aguardar pela concessionária estadual. Nem sempre os cronogramas batem.

— A velocidade da SCGás neste momento é diferente da nossa — analisa.

Para 2023

Para este ano, o DNIT confirma a conclusão dos lotes 1 e 2, com a exceção de três viadutos, em Navegantes (Km 4) e Gaspar (Km 35 e Km 39, que dependem da estabilização do solo. Nesta terça, Renan Filho vai anunciar a liberação do viaduto no Km 38, na reta do restaurante La Terra, já antecipado pela coluna.

Nos lotes 3 e 4, um quilômetro de duplicação deve ser liberado nos próximos dias, em Indaial. Na fila de entregas, a de maior impacto será o viaduto do Badenfurt, no primeiro trimestre de 2024.

Continua depois da publicidade

São projeções que não aliviam a impaciência de uma comunidade que aguarda há tantos anos, mas ao menos não geram falsas expectativas.

Ministro

Renan Filho chega a Santa Catarina nesta segunda-feira. Ele visitará as obras do Contorno Viário de Florianópolis. Na terça de manhã, estará no viaduto do Badenfurt, na BR-470. Depois, seguirá para a BR-280, no Norte do Estado.

Receba textos e vídeos do colunista Evandro de Assis direto do Whatsapp

Leia também

Engenheiro de Blumenau “com alma de professor” ensina a fazer brinquedos on-line

A preocupação de Mário Hildebrandt sobre o futuro após a prefeitura de Blumenau

Quanto custaria para Blumenau oferecer ônibus de graça à população

Viaduto estratégico da BR-470 será liberado na próxima semana

Destaques do NSC Total