Blumob e servidores da prefeitura de Blumenau que gerenciam o transporte coletivo elegeram um culpado pelo baixo número de passageiros nos ônibus da cidade. A média diária de embarques continua na casa dos 75 mil, de segunda a sexta-feira, bem abaixo dos 100 mil registrados antes da pandemia de Covid-19. São várias as razões para o fenômeno, mas a principal, na avaliação dos gestores, chama-se fretamentos privados.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp

O diretor da Blumob, Maurício Garroti, diz que não há outro mercado onde o Grupo Comporte atua com tamanha dificuldade para trazer de volta os usuários. E nenhum outro mercado dá tanta liberdade quanto Blumenau às empresas de fretamento, que usam ônibus e micro-ônibus para transportar, principalmente, os trabalhadores de empresas. A Secretaria de Trânsito e Transportes (SMTT) concorda com a análise e já discute novas regras para igualar a regulação entre o transporte privado e o público.

Quanto custaria para Blumenau oferecer ônibus de graça à população

Para Garroti, Santa Catarina sofreu mais com a redução de passageiros na pandemia porque os decretos restritivos do governo do Estado, em 2020, fizeram o transporte público perder credibilidade entre empresários, que preferiram terceirizar o transporte dos funcionários. A receita do vale-transporte é uma das principais de qualquer sistema público.

Continua depois da publicidade

Além dos fretamentos, há blumenauenses que trocaram o ônibus por bicicleta, motocicleta, patinete elétrico ou o carro. E que dificilmente voltarão aos ônibus sem um estímulo econômico, como a passagem mais barata. O frete privado, no entanto, é alvo por estar concorrendo com os ônibus sem ter de cumprir com as mesmas obrigações da Blumob.

Por enquanto, não há prazo para envio de projeto de lei à Câmara de Vereadores.

Receba textos e vídeos do colunista Evandro de Assis direto do Whatsapp

Leia também

A preocupação de Mário Hildebrandt sobre o futuro após a prefeitura de Blumenau

Quando o DNIT espera terminar a duplicação da BR-470, a “bola da vez” das obras em SC

Viaduto estratégico da BR-470 será liberado na próxima semana

Teste com radares dá ideia de como anda a educação no trânsito em Blumenau

Destaques do NSC Total