nsc
nsc

SOMBRA

Cinco ruas de Blumenau que dão exemplo em arborização

Compartilhe

Evandro
Por Evandro de Assis
06/02/2021 - 07h50
Rua Max Hering, no bairro Victor Konder, em Blumenau
Rua Max Hering, no bairro Victor Konder, em Blumenau (Foto: Patrick Rodrigues)

Não é por falta de bons exemplos que Blumenau segue desentendendo-se com as árvores urbanas. Há vias arborizadas em áreas recheadas de prédios, como o Victor Konder e a Ponta Aguda. A cidade tem uma alameda, onde está o metro quadrado mais caro da cidade. Fora da região central também há casos interessantes, aqui e ali. 

A coluna separou alguns deles para fechar a semana em que cortes de árvores chamaram atenção na Curt Hering e na Beira-Rio. Você conhece algum outro exemplo que mereça destaque? Quem sabe venha a servir de inspiração aos blumenauenses.

> Receba notícias de Blumenau e região pelo Whatsapp. Entre no grupo do Santa.

1 - Max Hering

Na rua do adensado bairro Victor Konder, que está na foto principal, ninguém caminha sob o sol. Árvores altas ficam do lado em que não há fios de energia elétrica. Na calçada oposta, arbustos menores tornam mais agradável o trajeto dos ciclistas. O contraste é total com a vizinha Antônio da Veiga, que expõe os pedestres ao calor.

2 - Rua Chile

Nem mesmo as obras que transformaram a viela da Ponta Aguda em um corredor de acesso à República Argentina tiraram o verde dali. Num trecho da rua, árvores altas convivem com fios, calçadas e imóveis. Segundo a Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), em alguns anos, quando árvores recém-plantadas vingarem, o verde deve ficar ainda mais predominante.

Rua Chile, Ponta Aguda
Rua Chile, Ponta Aguda
(Foto: )

3 - Avenida Brasil

Vizinha à Rua Chile, a Avenida Brasil tem um trecho de bastante sombra na direção da Prainha. Árvores que estão ali há bastante tempo mesclam-se com plantas mais novas. Não à toa é procurada por moradores da região que caminham com crianças e bichos de estimação.

Avenida Brasil, Ponta Aguda
Avenida Brasil, Ponta Aguda
(Foto: )

4 - Rua Joinville

O bom exemplo neste trecho da rua no bairro Vila Nova é isolado, mas poderia inspirar uma solução para toda a via. Uma fileira de extremosas faz sombra a quem caminha e encanta quem vê as flores passando de carro ou pela outra calçada. Essa espécie é recomendada para arborização urbana, inclusive pela Semmas, porque cresce pouco e tem raízes menores.

Rua Joinville, Vila Nova
Rua Joinville, Vila Nova
(Foto: )
Rua Joinville, Vila Nova
Rua Joinville, Vila Nova
(Foto: )

5 - Alameda Rio Branco

Alameda Rio Branco, Jardim Blumenau
Alameda Rio Branco, Jardim Blumenau
(Foto: )

Os operários que estão reformando a Alameda, no Jardim Blumenau, trabalham protegidos pela sombra proporcionada por árvores de todos os tamanhos que há décadas marcam a paisagem. O número de plantas vem diminuindo com o passar dos anos, mas caminhar pela região inevitavelmente leva o pedestre a pensar: por que a cidade inteira não é assim?

6 - Rua Morada do Sol

Aqui vai um exemplo extra, mas não é precisamente um a ser seguido. Na Fortaleza Alta, árvores de grande porte protegem quem caminha na entrada do loteamento Morada do Sol (sem trocadilhos). Elas formam um pequeno túnel de vegetação, coisa rara em Blumenau. Porém, a Semmas alerta que a espécie exótica plantada ali, a ficus benjamina, tem raízes que destróem o que encontram pela frente. Ou seja, se aquele ponto for melhor urbanizado no futuro, os usuários do ponto de ônibus podem acabar perdendo a sombra.

Rua Morada do Sol, Fortaleza Alta
Rua Morada do Sol, Fortaleza Alta
(Foto: )

Receba textos e vídeos do colunista Evandro de Assis direto no WhatsApp. Basta clicar aqui.

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Mais colunistas

    Mais colunistas