nsc
nsc

Marca protegida

Lojas da Vila Germânica só poderão vender produtos da Oktoberfest licenciados

Compartilhe

Evandro
Por Evandro de Assis
03/10/2020 - 10h39
Produtos com a marca Oktoberfest Blumenau precisarão de licença
Produtos com a marca Oktoberfest Blumenau precisarão de licença (Foto: Patrick Rodrigues)

O edital para concessão da marca Oktoberfest Blumenau a empresas interessadas em vender produtos licenciados vai incluir uma vantagem importante no pacote. As lojas do Parque Vila Germânica serão proibidas de vender produtos sem a licença a partir de 2022. O prazo extra é para que todos possam se adequar até lá.

​> Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp. É só clicar aqui.​

> Estado proíbe Oktoberfest no Beto Carrero, em Penha.

A medida deve afetar, além dos lojistas, os produtores de trajes, canecos, tirantes e chapéus, entre outros, que não poderão usar o nome Oktoberfest Blumenau. Segundo o secretário de Turismo, Marcelo Greuel, alimentos e bebidas não serão licenciados.

O objetivo, além de arrecadar royalties para o Fundo Municipal de Turismo, é proteger a marca associando-a a produtos de qualidade. O município é proprietário da marca "Oktoberfest Blumenau". O nome "Oktoberfest" é de domínio público.

Chocolate artesanal

Deve sair nas próximas semanas um edital de licitação para a locação das nove lojas que ficam no Parque Vila Germânica, no lado externo dos setores 2 e 3. O projeto de lei autorizando a operação foi aprovado pela Câmara de Vereadores.

Uma das lojas deve ser destinada à venda de chocolates artesanais obrigatoriamente produzidos na região. Os contratos dos atuais concessionários termina em fevereiro de 2021. Os novos inquilinos poderão permanecer nos imóveis por cinco anos.

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Mais colunistas

    Mais colunistas