nsc
nsc

Educação

Salário maior para professores em SC estimula procura por licenciaturas em Blumenau

Compartilhe

Evandro
Por Evandro de Assis
21/09/2021 - 14h29
Novo piso salarial foi aprovado pela Assembleia no início de agosto
Novo piso salarial foi aprovado pela Assembleia no início de agosto (Foto: Divulgação)

A aprovação de salários mais altos para os professores estaduais em Santa Catarina e estímulos financeiros a alunos fizeram disparar a procura por licenciaturas em Blumenau. Neste segundo semestre a Furb recebeu 320 novos acadêmicos nas formações presenciais em Letras Português, Educação Especial e Ciências da Religião. São cursos gratuitos e que ainda pagaram uma bolsa de R$ 400 aos primeiros inscritos.

> Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp.

As entradas desses novos estudantes provocaram um fenômeno incomum na universidade de Blumenau: o número total de matriculados do segundo semestre superou o do primeiro. Historicamente, entram menos acadêmicos novos no meio do ano.

— O fortalecimento salarial em Santa Catarina impactou no interesse dos estudantes — observa a reitora da Furb, Marcia Sardá Espíndola.

São ao todo oito turmas, mas nem todas em Blumenau. Por meio de parcerias com Unesc (Laguna), Uniplac (Lages) e Católica (Jaraguá do Sul), a Furb está oferecendo os cursos em outras cidades do Estado. A formação é possível graças ao financiamento do governo estadual por meio do Fundo de Apoio à Manutenção e ao Desenvolvimento da Educação Superior.

Piso salarial

No início de agosto, a Assembleia Legislativa aprovou uma mudança na Constituição do Estado que elevou os pisos salariais da Educação. Professores com nível médio precisam receber, no mínimo, R$ 3,5 mil. Quem tem licenciatura curta, R$ 4 mil. E os que cursaram licenciatura plena ou graduação em Pedagogia, incluindo os pós-graduados, R$ 5 mil.

Sem a valorização e o incentivo à formação de novos professores, cursos de licenciatura costumavam ter baixa procura em universidades da região — mesmo com descontos e outros incentivos. A carreira em sala de aula progressivamente menos atrativa vinha afastando os estudantes.

É esperar que esse primeiro indício de reversão da tendência se consolide.

Receba textos e vídeos do colunista Evandro de Assis direto no WhatsApp.

Leia também

Festival Brasileiro da Cerveja, de Blumenau, pode mudar de endereço em 2022

Quem cuida dos animais do Parque Ramiro Ruediger, em Blumenau

Blumenau reabre diálogo com Celesc e desiste de nova lei sobre postes

Obras na Alameda Rio Branco voltarão a interferir no trânsito de Blumenau

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Mais colunistas

    Mais colunistas