Numa mesma cena, a solenidade de posse da presidente da Associação Empresarial de Blumenau (Acib), Christiane Buerger, segunda-feira (29), ofereceu dois indícios sobre o atual momento das negociações políticas rumo às eleições de 2024 em Blumenau. Um, evidente aos olhos de todos. O outro, bem mais discreto.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp

De maneira explícita, o prefeito Mário Hildebrandt (Podemos) pôs a vice, Maria Regina de Souza Soar (PSDB), sob holofotes ao quebrar o protocolo e chamá-la a discursar na tribuna. Um gesto político ensaiado previamente, visto que havia até discurso pronto para ser lido. E que reforça movimentos recentes em benefício da pré-candidatura da tucana à sucessão.

Longe das luzes e do palco, o ex-prefeito João Paulo Kleinübing (União) também participou da cerimônia. Ao lado dele sentou-se o chefe de gabinete e um dos principais articuladores políticos do atual governo, César Botelho. Mesmo que tivessem passado todo o tempo conversando sobre amenidades, a cena produz um fato. Até pouco tempo atrás, secretários municipais evitavam contatos públicos com Kleinübing, por receio de causar constrangimentos.

Atual diretor do BRDE, Kleinübing teria o apoio do governador Jorginho Mello (PL) para concorrer outra vez a prefeito.

Continua depois da publicidade

Receba textos e vídeos do colunista Evandro de Assis direto do Whatsapp

Leia também

Tradicional lanche da Oktoberfest Blumenau ganhará versão gourmet

Com ingressos esgotados, TEDx Blumenau terá transmissão via internet

Mais uma cidade do Vale Europeu quer um título de capital nacional

Kleinübing vai assumir a presidência do BRDE

Destaques do NSC Total