nsc
nsc

Patrimônio histórico

Vitrais de igreja histórica de Blumenau são enviados para restauro no Rio de Janeiro

Compartilhe

Evandro
Por Evandro de Assis
03/08/2021 - 08h58 - Atualizada em: 03/08/2021 - 09h02

Funcionários de uma empresa especializada começaram nesta semana a retirar os vitrais da Igreja Luterana do Espírito Santo, no Centro de Blumenau. Os vidros coloridos do templo histórico serão enviados ao Rio de Janeiro, de onde voltarão restaurados. O trabalho minucioso durará cerca de 90 dias e é parte da grande restauração por que passa o templo histórico desde o mês passado.

> Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp.

Peças deverão retornar a Blumenau daqui três meses
Peças deverão retornar a Blumenau daqui três meses
(Foto: )

Dos vitrais existentes na igreja, os dois maiores foram desmontados, como um quebra-cabeças, e armazenados para a viagem de mil quilômetros. São peças fabricadas em 1930 pela Casa Conrado, o primeiro ateliê de vitrais brasileiro. A situação delas é mais delicada, porque estão abauladas — empenadas.

— É como dentista, quanto mais tempo demora para ajustar, mais difícil fica e mais caro também — brinca Luidi Nunes, proprietário da Luidi e Gonçalves Vitrais, ateliê responsável pelo conserto.

Os dois vitrais passarão por um restauro completo, incluindo a troca dos perfis de chumbo, limpeza e pintura. Quando retornarem a Blumenau, estarão como novos. Outros três pequenos vitrais, estes fabricados em Dresden, Alemanha, não precisarão ser trasladados ao Rio. As peças alemãs possuem uma barra de proteção que evita o abaulamento e, por isso, passarão por uma operação mais simples.

Restauração da igreja

Além dos vitrais, o órgão da igreja luterana já foi desmontado e retirado para restauração. Também começou a prospecção do telhado. Segundo o pároco da Comunidade Luterana Blumenau Centro, pastor Milton Jandrey, a estrutura de madeira que sustenta a cobertura está em bom estado. Mas as tábuas do forro estão mais prejudicadas por cupins do que se imaginava.

— Agora temos que ver se isso tudo ainda está dentro do orçado, ou se teremos surpresas com mais investimentos — avaliou o pastor.

Erguido em 1877, o templo luterano do Centro está sendo renovado desde o telhado até o mobiliário. O custo total pode chegar a R$ 4,3 milhões. Durante a primeira fase, prevista para durar cinco meses, as celebrações religiosas precisam ocorrer no salão comunitário, que fica ao lado da igreja.

Depois será recuperada a parte exterior: drenagem, acessibilidade, reboco e madeirame. Por último, serão refeitos os sistemas elétrico, de som, iluminação, pintura interna e restauração do mobiliário. 

O trabalho, aprovado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), deve durar cerca de dois anos.

Receba textos e vídeos do colunista Evandro de Assis direto no WhatsApp.

Leia também

DNIT cancela em cima da hora reunião em Blumenau sobre impasse da BR-470

Aprovação da nova Havan no Centro Histórico de Blumenau está na mira do MPF

Blumenau planeja programação em "homenagem" à Oktoberfest

Ex-vereadores de Blumenau voltam aos holofotes como investidores em concessões

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Evandro de Assis

Colunista

Evandro de Assis

Notícias e comentários exclusivos sobre o cotidiano de Blumenau e do Vale do Itajaí.

siga Evandro de Assis

Mais colunistas

    Mais colunistas