nsc
nsc

Polêmica

Árbitro de Operário X Avaí “inventou” pênalti para o Fluminense contra o Criciúma na Copa do Brasil

Compartilhe

Faraco
Por Faraco
27/10/2021 - 12h24
Caio Max apita jogo entre Operário-PR X Avaí
Caio Max apita jogo entre Operário-PR X Avaí (Foto: reprodução)

O árbitro Caio Max Vieira, do Rio Grande do Norte, foi o escolhido pela CBF para comandar o jogo desta sexta-feira entre o Operário-PR e o Avaí. O jogo é fundamental para as pretensões azurras na competição. Uma vitória aproxima o Avaí ainda mais do acesso à Série A e dificulta a vida de concorrentes diretos como o CRB, o Vasco da Gama e o Guarani, que tentam ainda uma aproximação final do G4.

O VAR vai ser Pablo Ramon Pinheiro, também do Rio Grande do Norte. A dupla já cruzou o caminho de um dos catarinenses na temporada. E fez estragos. Pela Copa do Brasil, no Heriberto Hulse, Caio Max apitou um pênalti que só ele viu num mergulho do zagueiro Luccas Claro, do Fluminense, em partida contra o Criciúma. O lance repercutiu bastante na época e a opinião dos especialistas de arbitragem foi unânime que houve “erro grave” do árbitro Caio Max.

zagueiro Luccas Claro se joga. Árbitro Caio Max marcou pênalti inexistente
zagueiro Luccas Claro se joga. Árbitro Caio Max marcou pênalti inexistente
(Foto: )

O Criciúma venceu a partida, válida pelas oitavas de final da Copa do Brasil, por 2 x 1, mas este golzinho fez toda a diferença para diminuir a pressão e a missão do Fluminense no jogo de volta, no Rio de Janeiro.

> Receba notícias de Florianópolis e região no seu WhatsApp

O Avaí tem sofrido recentemente com a arbitragem, como em Sergipe, em jogo contra o Confiança, em que foi bastante prejudicado.

Rodrigo Faraco

Colunista

Faraco

Jornalista e comentarista esportivo, sempre atento ao que acontece especialmente no futebol catarinense, faz análises e bastidores dos times do Estado.

siga Faraco

Rodrigo Faraco

Colunista

Faraco

Jornalista e comentarista esportivo, sempre atento ao que acontece especialmente no futebol catarinense, faz análises e bastidores dos times do Estado.

siga Faraco

Mais colunistas

    Mais colunistas