Foi angustiante! Sete mil alvinegros estiveram no Orlando Scarpelli para defender o Figueirense na terceira divis!ão do futebol brasileiro. E viveram uma tarde de agonia no empate em 0 x 0 com o Manaus, pela última rodada da primeira fase Série C do Brasileiro. Por pouco não viram o time do coração rebaixado à Série D. 

Continua depois da publicidade

Com emoção, Figueirense empata com Manaus e permanece na Série C do Campeonato Brasileiro

Foi por centímetros… o gol do Manaus não saiu por uma milagre e o autor chama-se Thiago Gonçalves, o goleiro do Figueirense. Aos 36 minutos do segundo tempo ele fez a defesa que salvou um time que estava perdido em campo.

Receba notícias de Grande Florianópolis pelo WhatsApp

O Figueirense não soube jogar com a bola no pé, minimamente para defender o resultado, fazendo o tempo passar. Não soube aproveitar os espaços deixados para fazer contra-ataques. E acabou tomando uma pressão terrível. A bola rodou a área do Figueirense durante toda a segunda etapa. E o Manaus esteve perto de marcar.

Continua depois da publicidade

Ao final, restaram as vaias. As merecidas vaias que foram ouvidas nas arquibancadas do Scarpelli. E são vaias de um protesto justo. O torcedor do Figueirense está sendo maltratado há algum tempo. Não fosse ele na arquibancada e o o goleiro Thiago Gonçalves, a Série D seria realidade.   

Leia mais:

Pintado confia na permanência do Figueirense: “aí dentro bate algo diferente! O Figueira vai conseguir, sim”

Argel Fuchs na torcida pelo Figueirense: “o grande jogador do Figueira hoje é o seu torcedor”

Márcio Goiano sobre o Figueirense: “o futebol é caro, mas você paga pelos erros”

Destaques do NSC Total