nsc
nsc

Opinião

SC precisa de políticas públicas para evitar enchentes e enfrentar períodos de estiagem

Compartilhe

Natalino
Por Natalino Uggioni
14/05/2022 - 06h00
enchente-tubarao-sc
Imagem mostra estragos causados pela chuva em Tubarão, no Sul do Estado (Foto: Tiago Ghizoni)

São notórios os estragos causados pelos fenômenos naturais em nosso Estado. Volta e meia somos duramente castigados pelas condições climáticas adversas que vão desde enxurradas com destruição e prejuízos, a longos períodos de estiagem, cujos danos e perdas também são grandes e irreparáveis.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

Uma canção de Roberto Carlos nos lembra que “contra a força de Deus não existe defesa” e quando a mãe natureza resolve mostrar sua fúria, resta-nos aguardar que as condições melhorem para realizarmos as ações decorrentes. Nessas horas vemos como somos insignificantes diante das cenas que assistimos, com a força dos ventos e das águas, quando temos períodos de elevada precipitação, como ocorreu recentemente em algumas regiões do Estado, por exemplo. No outro extremo, temos acompanhado o desafio de algumas regiões com o longo período sem chuvas, o que me leva à reflexão de hoje.

> Sobe para 42 número de municípios de SC em situação de emergência após chuva

Visto que temos acompanhado a repetição desses fenômenos climáticos extremos, entendo ser o momento para que seja tomada a decisão de implementação de uma política estadual para prevenção dessas ações da natureza. Sua força nós não temos como controlar, mas agir preventivamente, isso podemos. Refiro-me à construção de barragens para contenção das cheias e de reservatórios para acúmulo de água para períodos de estiagem.

Vídeo mostra efeitos do ciclone em SC

No estado do Ceará, onde não chove como aqui, foram construídos grandes açudes para armazenamento de água, interligados com um sistema de inteligência que permite transferir a água de onde há maior volume, para outros onde o volume chega a níveis preocupantes, garantindo assim o abastecimento de água para a população, mesmo com o longo período sem chuvas.

Já por aqui não temos um sistema semelhante, de modo que a água seria armazenada em grandes reservatórios quando chove torrencialmente, com as barragens protegendo as regiões mais baixas.

> Natalino Uggioni: "Teoria das janelas quebradas"

Em Criciúma a promessa de construção da barragem para garantir o abastecimento de água foi repetida em várias eleições, tanto ao governo do Estado, quanto para o município. Muitos políticos foram eleitos com a expectativa de que a promessa fosse cumprida e nada.

> Leia outras colunas de Natalino Uggioni

O desenvolvimento de uma ação estadual organizada é fundamental para a garantia de abastecimento de água e prevenção de enchentes. A realização das muitas ações decorrentes leva tempo, é trabalho de Estado, não de um governo apenas, a urgência está na tomada da decisão de executá-la.

Leia também:

> Onda de frio intenso pode provocar neve em Santa Catarina

> Dois senadores de SC usaram mais de R$ 100 milhões em emendas do orçamento secreto

> Saiba como ver o eclipse total com Lua de Sangue no domingo

Natalino Uggioni

Colunista

Natalino Uggioni

Mestre em Engenharia de Produção pela UFSC, especialista na moderna gestão empresarial, membro efetivo do Conselho Estadual de Educação em SC e ex-secretário estadual de Educação, Natalino Uggioni aborda temas ligados ao fortalecimento educacional e profissional.

siga Natalino Uggioni

Natalino Uggioni

Colunista

Natalino Uggioni

Mestre em Engenharia de Produção pela UFSC, especialista na moderna gestão empresarial, membro efetivo do Conselho Estadual de Educação em SC e ex-secretário estadual de Educação, Natalino Uggioni aborda temas ligados ao fortalecimento educacional e profissional.

siga Natalino Uggioni

Mais colunistas

    Mais colunistas