nsc
nsc

Política

Dois senadores de SC usaram mais de R$ 100 milhões em emendas do orçamento secreto

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
12/05/2022 - 14h48 - Atualizada em: 12/05/2022 - 17h31
Jorginho Mello e Esperidião Amin
Jorginho Mello e Esperidião Amin (Foto: Tiago Ghizoni)

Os senadores Jorginho Mello (PL) e Esperidião Amin (PP) destinaram mais de R$ 100 milhões em emendas RP-9, o chamado orçamento secreto, entre 2020 e 2021. Entre eles, foi Jorginho quem mais fez uso da modalidade, com mais R$ 64 milhões destinados dos ministérios da Agricultura, Desenvolvimento Regional, e Saúde. Amin destinou mais de R$ 36 milhões, que vieram totalmente do Ministério da Saúde.

Receba notícias do DC via Telegram

À coluna, a assessoria do senador Amin informou que por meio dos repasses foram atendidos Fundos Municipais de Saúde de 74 municípios catarinenses e o Fundo Estadual de Saúde de SC, contemplado com duas propostas. 

As informações sobre as emendas RP-9 estão em um ofício enviado pelo Senado ao Supremo Tribunal Federal (STF), que solicitou o relatório de distribuição do orçamento secreto ao Congresso Nacional. Os dados foram fornecidos pelos gabinetes de cada senador. Dario Berger (PSB) informou não ter indicado emendas dessa modalidade.

As emendas receberam o nome de orçamento secreto pela falta de transparência na aplicação dos recursos, que não tinham registro de destinação. Os documentos enviados ao STF apontam que parlamentares de diferentes legendas e de todo o país foram beneficiados por essas emendas no Senado, que aplicou R$ 3,4 bilhões nessa modalidade de distribuição dois últimos anos. O valor é maior que o orçamento de seis ministérios - entre eles, pastas como Meio Ambiente e Mulher, Família e Direitos Humanos.

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz

Leia mais​

​Em Florianópolis, Fux diz que Judiciário pode rever atos dos outros poderes

Quem são os catarinenses na lista de convidados para o casamento de Lula​

Pagar pedágio com o Pix? Projeto avança na Alesc e está perto de aprovação

Porto de Itajaí pode ficar com chineses ou árabes após leilão

"Jeitinho" na lei vai ajudar prédio de 140 andares em Balneário Camboriú; entenda

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas