nsc
nsc

Economia

Porto de Itajaí pode ficar com chineses ou árabes após leilão

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
19/04/2022 - 06h27
Porto de Itajaí está em processo de desestatização
Porto de Itajaí está em processo de desestatização (Foto: Divulgação)

Uma das regras previstas pela Secretaria Nacional de Portos para a desestatização do Porto de Itajaí proíbe que as empresas que hoje operam nos grandes terminais próximos integrem algum consórcio para concorrer no leilão. Isso afeta diretamente as duas gigantes do mercado mundial, as europeias MSC - que opera Navegantes - e Maersk - que atua em Itajaí e Itapoá.

Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Especialistas avaliam que a regra é justificada, porque a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) tem sido cobrada para evitar monopólios no setor. Mas a medida pode mudar a configuração da concorrência no Estado, já que aumenta a probabilidade de entrada de um novo e inédito operador no cenário local.

Portuários vão a Lula contra desestatização do Porto de Itajaí

Caixa para os portos é “zero”, diz secretário de Bolsonaro em audiência sobre o Porto de Itajaí

Diante das atuais tendências do mercado mundial, sem as gigantes europeias os operadores da China e Emirados Árabes despontam na lista entre os prováveis – e mais fortes - concorrentes. Ambos estão em expansão no setor e têm interesse estratégico na operação de portos no Brasil.

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz

Leia mais​​​

Hang fica US$ 2 bilhões mais rico e volta ao topo da lista da Forbes no Brasil​​

Feito em SC, iate de R$ 50 milhões igual ao do CR7 tem fila de espera de 15 meses​​​

​Decreto de Moisés autoriza distribuição de absorventes nas escolas públicas de SC​

Novos caças Gripen milionários da FAB são rebocados pelas ruas de Navegantes

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas